Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Arquivos da Categoria: Funk

Valeu Donna Summer ! Grande diva da Era Disco

20120517-210051.jpg

Donna Summer foi a Voz dos Anos 70, emplacou em parceria com Giorgio Moroder hits e mais hits, em especial o clássico da disco – Love to Love You, Baby… , entrando nos anos 80 como Diva.

A cantora, embalou a festa da galera que curtiu bem a década, mas para minha geração, Donna também teve seu valor e momentos legais no surgimento do Vídeo, com clipes bem working class hero como She Works Hard for the Money e a clássica Unconditional Love parceria com a banda juvenil Musical Youth !!

RIP !! Valeu Donna !! Afinal, você com certeza fez o mundo dançar !!

Fiquem com o clipe da minha favorita – Unconditional Love

Anúncios

Dicas para curtir o melhor da Virada Cultural 2012

VIRADA CULTURAL 2012

VIRADA CULTURAL 2012

!! Dicas do blog VISHOWS, para curtir numa boa a Virada Cultural 2012 !!

1 – PESQUISAR E PLANEJAR

A primeira dica é PLANEJAMENTO, pois um evento assim diverso, agrega roqueiros, pagodeiros, malucos, crianças, velhinhos, mendigos, regueiros, clubbers, manos, mauricinhos, punks e alternativos de toda ordem e opção.

Ou seja, tem prá todo mundo – procure na programação completa do sitio da Virada, e cheque seus artistas e atrações favoritos, horários e locais. Feito isso, dê um passeio no Google MAPS e Street View para ver as distâncias, pontos de ônibus e metrô mais próximos.

2 – TRANSPORTE

Não vá de carro, é a maior roubada !!

Se você mora longe do centro e do metrô, a dica de transporte é ir de carro até a estação de Metrô ou trem mais próxima. Daí é escolher se fica melhor descer na Sé, Liberdade, República, Anhagabaú, Luz ou até mesmo na Paraíso, Ana Rosa, Santana e Barra Funda prá quem vai curtir o circuito que rola em diversos SESCs da cidade.

Em todos os CEU´s vão rolar apresentações e performances como opção para vários bairros de SP.

3 – HORÁRIOS

Eu sempre busco horários mais alternativos, o pico de lotação normalmente acontece das 22:00 até altas horas da madrugada, e no Domingo à tarde a cidade fica novamente lotada.

Pesquise os palcos próximos do seu show preferido, pois se ficar lotado demais, apresentações menos concorridas podem ser até mais divertidas.

4 – O que ver na Virada Cultural 2012 ?

Agora que o Braza está na rota de shows internacionais, a Virada apostou em uma programação eclética e com nomes internacionais relevantes, em 2012 as atrações prometem !!

PALCO JÚLIO PRESTES

Ebo Taylor (Gana) – dia 5 às 20h30
Em Gana o HighLife é o Ritmo, e Ebo Taylor tem lugar garantido nos sons do Oeste da África, com guitarras melódicas e nos metais cheios de swing, o som despontou para o mundo com a modernização da música africana no século XX, e o cara é um dos fundadores do estilo e inspirador do afrobeat.

Com a Afrobeat Academy, uma das melhores orquestras de afrobeat do mundo, gravou em 2010 o disco “Love and Death” – VALE A PENA !

Tony Allen (Nigéria) – dia 6 à 00h00
Mago e mestre do Ritmo Afrobeat, direto da Nigéria o baterista-maestro-arranjador, que tocou por anos com Fela Kuti, é um dos maiores bateras de todos os tempos.

IMPERDÍVEL

Seun Kuti & Egypt 80 (Nigéria) – dia 6 às 02h30
Filho do mestre Fela Kuti, Seun se mostra com a mesma força do pai, em especial ao vivo, vem ao Brasil acompanhado da banda Egypt 80, que durante muitos anos acompanhou Fela Kuti.

Não é um tributo, pois as composições são todas próprias e cheias de personalidade, mas é claro que Seun é o mais fiel seguidor de Fela, tanto pela ideologia política, quanto pela musicalidade.

Seu último álbum, produzido por Brian Eno, é “From Africa with Fury: Rise”, é forte e teve destaque internacional onde a energia de Fela está presente até na capa, feita por Lemi Ghariokwu, o mesmo que criou capas clássicas de Fela.

UM DOS MELHORES SHOWS DO ANO

Toots and the Maytals (Jamaica) – dia 6 às 13h00
Depos de Bob Marley, Peter Tosh e Jimmi Cliff, Toots Hilbert é o grande nome mundial do Ska e do Reggae, e finalmente chega ao Brasil !!!

Considerada uma das mais emblemáticas bandas da Jamaica, tem na mistura do gospel com ska, soul, reagge e rock a sua consagrada fórmula, e seu maior clássico “54-46 Thats My Number“, é uma das maiores pedradas do gênero.


Atualização Urgente !! Não dá prá elogiar… Erros da produção da Virada Cultural cancelam shows de The Abyssinians e Toots and The Maytals #fail #amadorismo

Gilberto Gil – dia 6 às 18h00
Gil dispensa apresentações, é o maior artista da sua geração e não virou depois de maduro, um conservador e reacionário como muitos de sua época, por isso continua atual e relevante, sem ter que posar de roqueiro ou montar uma banda com “garotos”.

PALCO REPÚBLICA

Mccoy Tyner Quartet – dia 5 às 19h00
O cara é referência quando se fala em jazz moderno, tocou com John Coltrane, no quarteto responsável por um dos álbuns mais famosos na história do jazz, “My Favorite Things”. Indo muito além do convencional, seu estilo de tocar piano baseado no blues é repleto de acordes sofisticados. Suas contribuições harmônicas e recursos rítmicos formam o vocabulário da maioria dos pianistas de jazz da atualidade.

Roy Ayers – dia 6 à 00h00
Com origem no Jazz Roy Ayes, tem trajetória incrível, passando pelo funk, soul e pop. É uma lenda da música e que deve fazer o melhor show do Palco República.

Raul de Souza com Zimbo Trio – dia 6 às 02h30
O Zimbo Trio, formado atualmente por Amílton Godoy (piano), Pércio Sápia (bateria) e Mario Andreotti (contrabaixo acústico), começou no ínício dos anos 60 e virou referência instrumental do som moderno brazuca, tendo acompanhado os maiores nomes da música brasileira nos últimos anos. Vai tocar com o mestre Raul de Souza, um dos maiores trombonistas brasileiros e, que ao longo de sua carreira, trabalhou com músicos como Sergio Mendez, Flora Purim, Airto Moreira, Milton Nascimento, Sonny Rollins, George Duke e Cal Tjader, entre outros.

Charles Bradley – dia 6 às 15h00
O soul de Charles Bradley, chega direto da Flórida e tem conquistado o mundo, vale pela sonzeira de The World (Is Going Up In Flames) de 2010 e pelo estilo que lembra o Soul Man Otis Redding. Esse vou ver MESMO !!

Larry Graham – dia 6 às 17h30
Larry Graham, é um músico, compositor, cantor e produtor musical americano, a quem se atribui a invenção da técnica de bater com o polegar nas cordas do baixo eléctrico, “slapping” ou, conforme definição do próprio artista, Thumpin’ and Pluckin’ . É especialmente conhecido como baixista da banda “Sly & the Family Stone”, que influenciou o funk e o soul psicadélico nos anos 70. Foi ainda o fundador e principal figura da banda “Graham Central Station”.

PALCO SÃO JOÃO

Banda Made In Brazil – dia 5 às 18h30 (Tocando na íntegra “Jack o Estripador” de 1976)
A lenda viva do rock brazuca, Made In Brazil, sobe mais uma vez no Palco do Rock da Virada, desta vez para um show especial: a apresentação, na íntegra, do LP “Jack, O Estripador”, um clássico de 1976. Para o show histórico, a banda traz sua formação original com Oswaldo e Celso Vecchione e Percy Weiss nos vocais, além de convidados especiais que aproveitarão a ocasião para homenagear o falecido produtor Ezequiel Neves.

Iron Butterfly – dia 5 às 23h30
Iron Butterfly surgiu na primavera de 1967, em Los Angeles, alcançando grande sucesso já no seu álbum de estréia, o clássico “In-na-gadda-da-vida”. O disco atingiu logo de cara a impressionante marca de 8 milhões de cópias de vendidas.

Os Mutantes – dia 6 às 02h00
Desde 1966, os Mutantes assombram o mundo com seu experimentalismo e criatividade. Originalmente formada por Arnaldo Baptista, Rita Lee e Sérgio Dias, a banda foi um dos catalisadores do movimento Tropicalista. Psicodélicos, românticos, doidos varridos, visionários cheios de energia e imaginação, são uma das bandas mais influentes da música brasileira, chegando a tocar ouvidos mundialmente famosos como os de Kurt Cobain e Sean Lennon.

Members of Morphine & Jeremy Lyons – dia 6 às 04h30
O saxofonista Dana Colley e o baterista Jerome Deupree, membros originais da cultuada banda Morphine, se juntam ao guitarrista e baixista Jeremy Lyons para interpretar os clássicos da banda que terminou subitamente em 1999 após a morte, em pleno palco, do baixista Mark Sandman. No repertório, também estarão as músicas de seu novo disco, “The Ever Expanding Elastic Waste Band” de 2010.

Suicidal Tendencies – dia 6 às 09h30
O hardcore com trash metal dos caras marcou gerações na virada dos anos 80 para os 90, e da sua mistura onde o Punk, o Skate, a Política e o Rock são os elementos básicos, surgiram legiões de imitadores e emuladores.

Suicidal Tendencies é autêntico, e o som forte, nervoso e direto conquita tribos diversas em todo mundo. Vamos conferir !!

La Renga – dia 6 às 14h30
O rock argentino é bom, criativo e muitas vezes bem pesado, tendo em grupos como La Renga, um dos seus maiores representantes, quando o assunto é Hard Rock. Lotam estádios na terra natal e no Chile, Uruguai, Paraguai e mesmos nos EUA.

PALCO BARÃO DE LIMEIRA

A Bolha – dia 5 às 20h00
O Rock Progressivo Brasil tem na A Bolha um dos seus precursores, e nos anos 70 lançou discos históricos e serviu como banda de apoio de artistas como Gal Costa, Raul Seixas e Erasmo Carlos.Voltaram nos anos 2000 com shows super elogiados.

Man Or Astro-Man? – dia 5 às 22h30
Grande banda ao vivo, conferí os caras tocando há mais de 10 anos, na extinta Broadway e confesso que é um dos shows mais divertidos do planeta. Começaram tocando rock instrumental, semelhante a outras banda de surf-rock como The Ventures, mais tarde adotaram uma fusão de estilos, que incluem o surf rock dos anos 1960 com o new wave e o punk rock do final dos anos 1970 e meados dos anos 1980.

É conhecida pela dedicação a temas legais e nerds como antigos programas de TV, viagens no espaço e filmes de ficção científica, com uso pesado de samplers, dispositivos eletrônicos como o theremins e bobinas de tesla e afins !!

Jupiter Maçã – dia 6 às 03h30
Ex TNT e Cascavelletes, o ainda muito jovem Flávio Basso começa sua incursão solo pelo folk sob o pseudônimo de Woody Apple. Porém em pouco tempo já estaria eletrificando seu som, transformando-se em Júpiter Maça. Seu primeiro álbum “A 7a Efervescência” seguinte, o disco foi eleito o maior e mais expressivo disco de rock do Sul do Brasil de todos os tempos, e também entre os 100 maiores álbuns de música brasileira da história, pesquisa feita pela revista Rolling Stone. A cada álbum Jupiter Maçã, ou seu alter ego bossa-novista Jupiter Apple, apresenta uma musicalidade nova.

Pin Ups – dia 6 às 08h30

A história do rock indie paulistano passa obrigatoriamente pela banda Pin Ups, formada em 1988 sempre tratou sua música como se a urgencia fosse a coisa mais importante do mundo !! Já ví em Curitiba, abrindo para os Pixies e confesso que sentí a emoção de voltar ao rock alternativo paulistano dos anos 90 (De Verdade) !!

Defalla – dia 6 às 11h00
A lenda do Rock Gaúcho oitentista está de volta, pois desde 1984, quando despontou no cenário do Rock Brasil, é uma das principais bandas do país, com canções em estilos diversos, flertou com o hard rock, rap, glam rock, heavy metal e até big beat, além do funk carioca, hardcore melódico e miami bass. Alcançou grande sucesso nacional com o rock-funk carioca Popozuda Rock and Roll. Detona EDU K !!

Popa Chubby – dia 6 às 16h00
Grande guitarrista com influências clássicas como Hendrix e Clapton, Popa Chubby é conhecido como o padrinho do blues nova iorquino. Só daí, não é preciso ser um expert em música para entender que o som de Chubby é da pesada. Mas tem mais. Além de seus próprios discos, Popa participou da gravação de álbuns de artistas do calibre de Aretha Franklin, Ray Charles e Wilson Pickett. Sonzeira do mais alto quilate.

TEATRO MUNICIPAL

Arnaldo Baptista – dia 5 às 19h00
Gênio e louco, é o nosso Syd Barret + Brian Wilson !! Arnaldo Baptista, ex-líder dos Mutantes, e se apresenta na Virada no show “Sarau o Benedito?”, no imponente Teatro Municipal de São Paulo.

O show traz video-cenário com projeções de desenhos de sua obra como artista plástico.

LARGO DO PAISSANDÚ

Trupe Chá de Boldo – dia 6 às 15h00
A Trupe Chá de Boldo é uma banda de MPB nascida em 2005, em São Paulo, que hoje é formada por 13 integrantes. Dois anos após o lançamento de seu disco de estreia, Bárbaro, e de uma série de shows divulgando o trabalho (Auditório Ibirapuera, Sesc Pompéia e circuito Sesc no interior do estado), a banda está finaliza o seu segundo CD, que estreia em março de 2012.Neste novo trabalho, o grupo foi produzido por Gustavo Ruiz (produtor de Tulipa Ruiz e Juliana Kehl) e contou com as participações especiais de André Abujamra, Alzira E, Tatá Aeroplano, Peri Pane, Lu Horta, Marcelo Pretto e Márcia Castro.

As Mercenárias – dia 6 às 16h00
A maior banda feminina do Brasil de todos os tempos, atualmento formada por Sandra Coutinho – baixo/voz, Geórgia Branco – guitarra/vocal e Pitchu Ferraz – bateria, que agora como Trio, se propõem a recuperar o mito com seu repertório oitentista, mas com foco no resgate da obra alinhada com as influências sonoras dos dias atuais.

Paulo Barnabe & Patife Band – Dia 6 às 18h00
Irmão do grande Arrigo Barnabé, Paulo e sua Patife Band voltam aos palcos, mesclando timbres de instrumentos como sintetizador, sax, bateria e guitarra. A atual proposta abre ainda mais espaços para improvisos e experimentações.

Formado em 1983 é considerada um dos expoentes do movimento que ficou conhecido como Vanguarda Paulista.

Dicas para o Lollapalooza 2012 no Jockey Club de São Paulo

20120212-195056.jpg

Ver tantas bandas legais, num local central da cidade será ótimo, e até mais ecológico que festivais green wash que nos obrigam a sair da cidade e ficar mais de 1 dia sem estrutura ou num camping com preços de hotel 5 estrelas.

Perry Farwell sempre foi o cara, e com o primeiro fim de sua banda o Janes Addiction, idealizou o que seria a ponta de lança do som Indie, e que mesmo antes do Grunge deu uma bica no Pop Fácil, apostando em misturar RAP com sons do rock inglês e as bandas das “College Radios”
americanas. Nasceu assim o Lollapalooza !!

Demorou, teve versão do festival até no Chile, mas finalmente o Brasil tem seu festival !!

Confiram as dicas do blog, com os melhores shows, links, setlist das bandas, transporte e afins…
Lollapalooza

Como chegar ?

Chegar no Jockey Club de São Paulo, é sempre um desafio em dias de shows e afins, como as apresentações serão Sábado e Domingo, o trânsito melhora, mas ir de carro é normalmente uma roubada, pois não existem muitas opções na região, e deixar na rua será a única alternativa, onde mesmo com policiamento quem fará a festa serão os flanelinhas e afins…

A produção está negociando linhas especiais de ônibus ligando pontos da cidade e o funcionamento do metro e trem, e apesar da caminhada até o local dos shows, promete ser a melhor opção para quem vai no Lollapalooza, mas ainda nada oficial foi divulgado, vamos aguardar e atualizar o Post.

Quem vem de fora de Sampa, poderá vir de Ônibus mas deve aguardar informações sobre bolsas de estacionamento ainda em negociação com a prefeitura.

Os Sons do Lollapalooza palco a palco e dia a dia

Sábado, dia 7

Palco Cidade Jardim
12h-13h: Ritmo Machine – Interessante combinação, esse projeto eletrônico de Eric Bobo (Cypress Hill) e DJ Latin Bitman, faz um som urbano e a conexão USA/ Chile – Boa !!!

14h-15h: Marcelo Nova – O roqueiro baiano mantém a dignidade e mesmo totalmente pirado, Nova é de verdade, não é daqueles veteranos que em troca de uns trocados faz um acústico de ocasião e (ou) decide virar um careta midiático cuspindo cotidianamente no prato que comeu.

Marceleza é acompanhado por Drake Nova (guitarra), Leandro Dalee (baixo), Celio Glouster (bateria) e Luiz De Boni (piano e órgão).

Quer ver um roqueiro dos 80 de verdade, representante autentico da era de Renato Russo e Cazuza ? Esse é o show. #ficadica

http://marcelonova.zip.net/

16h-17h: O Rappa – Sim cada vez mais pop, os caras dos megaHits de apelo social dos 90/2000, continuam na ativa e mandam sempre bem ao vivo.

http://www.orappa.com.br/

18h-19h15: Tv On The Radio – banda alternativa e de difícil definição, mas que faz do som cabeça e sempre instigante, uma das apostas do festival e que deve agradar.

http://www.tvontheradio.com/

20h30-23h: Foo Fighters – Mega banda ! Dispensa comentários e vai levar uma multidão ao Festival. Imperdível !!

http://www.foofighters.com/

Palco Butantã

13h-14h: Wander Wildner – Herói autentico do Rock Oitentista, sobrevivente dos punks Replicantes e que faz sempre grandes apresentações.

Boa chance de começar bem o festival.

http://www.wanderwildner.com.br/

15h-16h: Cage The Elephant – Os americanos são uma banda típica da internet, adoro Shake me Down e deve levar os modernos em peso ao Jockey.

http://www.cagetheelephant.com/

17h-18h: Band Of Horses – O rock alternativo de Seattle é uma das grandes sensações do rock atual, deve fazer história no LollaBrasil.

http://www.myspace.com/bandofhorses

19h15-20h30: Joan Jett And The Blackhearts – Rainha roqueira, ícone e personalidade única, com longa carreira e Hits inesquecíveis… O maior deles “I Love Rock ‘n Roll” hino roqueiro de todas gerações, e que junto a sons como “Crimson and Clover”, “Bad Reputation”, “Do You Wanna Touch Me” e “I Hate Myself for Loving You” vão deixar os roqueiros mais veteranos em memórias adolescentes e os adolescentes atuais em uma genuína festa de rock.

http://www.joanjett.com/

Alternativo
13h-13h50: Balls – banda escolhida em concurso do festival, boa sorte galera !

15h-15h50: Daniel Belleza e Os Corações em Fúria – sim meninos, agora é a hora, o som é interessante e tirando o nome a banda vale a pena.

http://www.myspace.com/danielbellezaeoscoracoesemfuria

17h-17h50: Tipo Uísque – que porra é essa ? Banda carioca de garotas e guitarristas, nunca ouví e como abre para o pavilhão, posso até ver uma parte.

http://www.lastfm.com.br/music/Tipo+Uisque

19h15-20h15: Pavilhão 9

Heróis nos 90, polêmicos e sempre politizados, o pavilhão foi o contraponto paulistano do Hip Hop Roqueiro , que em ICE T fase Cop Killer influenciou o mundo, mas Ro$$i e galera foram além, e pondo o dedo nas feridas sociais, a banda abriu espaço e tocou bastante no Brasil com seus Hits na carteira como Trilha do Futuro, Mundo Loco e Vai Explodir. Alta Cotação !!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pavilh%C3%A3o_9_(grupo)

Palco Perry
12h30-13h30: Marcio Techjun – A D-Edge abre o palco.

http://www.myspace.com/marciotechjun

13h45-14h45: Veiga & Salazar – A volta dos caras após 5 anos, vai garantir ao HipHop o estilo e beats refinados de sempre. Boa aposta !

http://www.myspace.com/veigaesalazar

15h-16h: Rhythm Monks – O trance comparece.

http://www.rhythmmonks.com/

15h15-17h15: PerryEtty V/S Chris Cox – Interessante ! Perry Farrel em projeto eletrônico com sua esposa Etty Lau Farrell e o DJ Chris Cox.

17h30-18h30: Peaches – Doida e com estilo, a canadense radicada em Berlin mostra a força que ao vivo o Electroclash tem.

http://www.myspace.com/peaches

18h45-20h: Bossnector – Sem comentários – desconhecimento do blog. Sorry Folks.

20h15-21h15: The Crystal Method – O som da dupla de Las Vegas é perfeito para o palco e tem pegada. alta cotação !!

http://thecrystalmethod.com/

21h30-22h45: Calvin Harris – DJ de alta cotação, vai fazer a pista ferver na certa !

http://www.calvinharris.co.uk/

Domingo, dia 8

Palco Cidade Jardim
13h-14h: Plebe Rude – Ví ano passado e os punks de Brasília reforçados pelo mito punk local Clemente, abrem de forma justa o Domingão.

http://www.pleberude.com.br/

15h-16h: Thievery Corporation – Taí uma banda cheia de estilo.
A dupla deve detonar e tem muitos fãs no Brasil – deve ser um dos melhores do dia.

http://www.thieverycorporation.com/

17h-18h: Manchester Orchestra – Grupo de Atlanta, tem som alternativo perfeito para a noite.

http://en.wikipedia.org/wiki/Manchester_Orchestra

19h-2015: Foster The People – Muito mais que um HYPE, de Los Angeles Califórnia o Dream pop é uma das apostas do Blog! Não percam !!

http://www.fosterthepeople.com/

21h30-23h: Arctic Monkeys – Ver uma banda no auge é sempre um privilégio e o show é o mais imperdível da noite !!

http://arcticmonkeys.com/

Palco Butantã

12h-13h: Cascadura – O rock da Bahia nos anos 90 vai bem alem de Pitty, as guitarras e espírito alternativo mostram que o rock de guitarras Brasil está vivo.

http://cascadura.com.br/

14h-15h: Gogol Bordello – Uma mistura teatral com espírito punk e alma cigana, tem grandes fãs e vai agitar muito.

http://www.gogolbordello.com/

16h-17h: Friendly Fires – Com Hits do momento, e se existe indietronico, esse é um exemplo… de tão modernos vão bombar a pista.

http://www.wearefriendlyfires.com/

18h-19h: MGMT – O Dream Pop dos anos 2000 tem cara e o MGMT está na foto, mesmo depois do estouro de 2008 a dupla segue forte e será um dos espaços mais disputados do dia.

http://www.myspace.com/mgmt

20h15-21h30: Jane’s Addiction – Os donos da festa, Perry mesmo sem a voz de antes faz da performance um carnaval indie, e Navarro chega e mostra que além do visual bem pensado, toca como poucos ! nunca viu ? não perca então !!

Alternativo
12h30-13h20: Blue Bell

14h-14h50: Suvaca – De Pernambuco os grooves que mostram a força e renovação do som local.

http://www.myspace.com/suvaca

16h-16h50: Black Drawing Chalks – Já são lenda local em Goiânia Rock City, e como o Stoner Rock chegou e ficou ! Long Live to the Chalks !

http://www.myspace.com/blackdrawingchalks

18h-18h50: Garage Fuzz – A maior banda de história de Santos, com influencias do som alternativo dos 80’s vão mostrar a garra e pegada de sempre.

http://www.garagefuzz.com.br/

20h15-21h30: Velhas Virgens -Se você gosta de rock bêbado e piadas sujas, esse é o show ! Diversão Garantida !

http://www.velhasvirgens.com.br/

Palco Perry
12h30-13h30: Daniel Brandão

13h45-14h45: King Of Swingers

http://pt-br.facebook.com/KingsofSwingers

15h-16h: Killer On The Dancefloor

http://www.myspace.com/killeronthedancefloorbr

15h15-17h30: Pretty Lights – Som eletrônico Americano de responsa.

http://prettylightsmusic.com/

17h45-18h45: Tinie Tempah – Um dos Rapper ingleses do momento. grande aposta e vai agitar na certa.

http://www.tinietempah.com/

19h-20h15: Skrillex – Som da moda, eletrônico e alternativo, com muita os manha sabem aproveitar e merecem o HYPE !

http://www.skrillex.com/

20h45-22h15: Racionais MCs – A maior banda independente do Brasil, Racionais mandam bem ao vivo e fazem o segundo show imperdível do dia.
Esses caras representam !

http://pt.wikipedia.org/wiki/Racionais_MC’s

Mundo Livre S.A. na festa Manguetown no Estúdio EMME

Mundo Livre S.A. no Estúdio Emme

Dezembro/11 começa bem no Stúdio Emme, com o evento inédito Manguetown e show da banda Mundo Livre S/A na próxima quinta feira (08/Dez/11).

O grupo em junto com a Nação Zumbí, representa a garantia de qualidade de todo movimento Manguebeat, pois a banda de Fred 04 além de precursora do movimento, sempre soube usar os diversos ritmos nordestinos num Mix criativo com Indie Rock, Reggae, Hip Hop, Eletrônica e Funk.

No evento o histórico Manifesto “Caranguejos com cérebro” (Pedra fundamental do movimento e produzido por Chico Science e Fred 04 nos anos 90), será lido pelo próprio autor.

Quando, como, quanto e onde :

Local: Estúdio Emme / Data: 08.12.11 (Quinta-feira) / Horário: 22h30 (abertura da casa às 21:30)

Endereço: Rua Pedroso de Moraes, 1036 / Ingressos: R$ 45,00

WISH LIST – Stevie Wonder e o Rock in Rio 2011 #natorcida

A produção do Rock in Rio 2011 já confirma a noite extra… e o motivo parece ser o novo tour do gênio da black music – Stevie Wonder, que pela boataria generalizada, deve estar perto de chegar no Brasil no segundo semestre.

Stevie Wonder - DVD

Stevie Wonder - DVD

Para entrar no clima e na torcida, vejam as músicas tocadas no último show de Stevie no ano de 2010, em Seul – Coréia do Sul (10 de agosto de 2010).

  • My Eyes Don’t Cry
  • Master Blaster (Jammin’)
  • We Can Work It Out (The Beatles cover)
  • As If You Read My Mind
  • If You Really Love Me
  • Knocks Me Off My Feet
  • Lately
  • Never Dreamed You’d Leave in Summer
  • Empire State of Mind (Alicia Keys cover)
  • Higher Ground
  • Don’t You Worry ‘bout a Thing
  • Visions
  • Living for the City
  • Yester-Me, Yester-You, Yesterday
  • Uptight (Everything’s Alright)
  • For Once In My Life
  • Signed, Sealed, Delivered I’m Yours
  • Part Time Lover
  • Sir Duke
  • The Way You Make Me Feel (Michael Jackson cover)
  • Isn’t She Lovely
  • Free
  • My Cherie Amour
  • I Just Called to Say I Love You
  • Superstition
  • Another Star
  • Happy Birthday

SW ESTÁ MUITO EM FORMA !! COMO PODEMOS VER NO FÃ VÍDEO SELECIONADO DO YOUTUBE !!

 

Dia dos Namorados 2011 com Orquestra Imperial no Circo Voador

O Circo Voador apresenta o “X Baile dos Namorados da ORQUESTRA IMPERIAL“, no Sábado dia 11 de junho, onde além de comemorar os nove anos de banda, a festa celebra os 76 anos do mestre Wilson das Neves, e o divertido concurso de melhor beijo, onde os pares que derem na entrada um beijo de cinema pagam meia entrada.

Orquestra Imperial

Orquestra Imperial

Em 2002, a banda foi formada por amigos que queriam montar uma autêntica Orquestra de Gafieira, com repertório variado entre boleros, sambas e clássicos de salão, a Orquestra Imperial fez seu nome sempre com arranjos inteligentes e modernos.

Já contou com convidados ilustres como Caetano Veloso, Jorge Mautner, Marisa Monte, Erasmo Carlos, Andreas Kisser, Ed Motta, Dudu Nobre, Lobão, Chrissie Hynde, Marcelo Camelo, Arnaldo Antunes… e seu palco sempre está aberto a participações especiais.

A ORQUESTRA IMPERIAL é: Thalma de Freitas (voz) Nina Becker (voz) Moreno Veloso (percussão e voz) Duani Martins (voz e cavaquinho) Wilson das Neves (voz e percussão) Berna Ceppas (sintetizadores e percussão) Kassin (baixo) Domenico Lancellotti (bateria) Rubinho Jacobina (voz e teclados) Nelson Jacobina (guitarra e violão) Pedro Sá (guitarra) Bartolo (guitarra) Stephane San Juan (percussão) Leo Monteiro (percussão eletrônica) Felipe Pinaud (flauta e arranjos de sopro) Bidu Cordeiro (trombone) Mauro Zacharias (trombone) e Altair Martins (trompete).

Quando, Como e Onde ?

Circo Voador – Lapa – Rio de Janeiro- Sábado 11 de Junho – R$ 50,00 (Inteiro) e R$ 25,00 (Meia)

O Post-Punk do Gang of Four esquentou o Domingão no Ipiranga

Nesse Domingo (28/Mai), a histórica banda britânica Gang of Four, comandada por Jon King (Vocal) e Andy Gill (Guitarras), esquentou o Parque da Independência no Ipiranga, com seu post-punk original e que influenciou bandas diversas como Red Hot Chili Peppers, Franz Ferdinand, System of a Down, Jane´s Addiction, Block Party, Metallica, Faith no More, Suicidal Tendencies, Rage Against the Machine, Bad Brains… entre outras.

Com instrumental desconcertante, flertando com o funk e experimentalismos mil, os caras fizeram um dos melhores shows do ano, Jon King apesar da idade e do estilo desengonçado é um super frontman, cheio de carisma e um ativista social de mão cheia, o baixista Thomas McNeice é o porto seguro do som todo quebrado e junto com o batera Mark Heaney fazem a base precisa para todas as viagens da banda.

Andy Gill é um show à parte, flerta e destrói o instrumento, que cheio de efeitos e intervenções mostra como tocar guitarra pode ser uma atividade cheia de significado e importância conceitual e artistica.

Segue galeria de fotos do show e o setlist completo !!

Gang of Four – São Paulo – 30/Maio/2011

1.You’ll Never Pay for the Farm
2.Not Great Men
3.Ether
4.I Parade Myself
5.Paralysed
6.A Fruitfly in the Beehive
7.Anthrax
8.It Was Never Gonna Turn Out Too Good
9.What We All Want
10.Why Theory?
11.We Live as We Dream, Alone
12.To Hell With Poverty
13.Do As I Say
            BIS
14.I Love a Man in Uniform
15.Natural’s Not in It
             BIS 2
16.At Home He’s a Tourist
17.Damaged Goods

RIP – Gil Scott Heron – Músico, Poeta e Ativista – “The Revolution will be Live”

Gil Scott Heron

Gil Scott Heron

Aos 62 anos faleceu nessa Sexta (27/Mai) o grande artista Gil Scott Heron, considerado um dos precursores do rap com seus poemas falados e sonoridade Black com base de jazz e soul.

Sons como The Revolution Will Not Be Televised são atemporais e influenciaram toda uma geração nos anos 70, não conhece ? Confira vídeo direto do YouTube e a letra completa desse grito pela conscientização !!

Lançou, em 2010, o aclamado I’m new here, após 13 anos de hiato musical, o álbum foi considerado um dos melhores da década e representou bem toda importância do cara.

Valeu GIL !!

The Revolution Will Not Be Televised

You will not be able to stay home, brother.
You will not be able to plug in, turn on and cop out.
You will not be able to lose yourself on skag and skip,
Skip out for beer during commercials,
Because the revolution will not be televised.

The revolution will not be televised.
The revolution will not be brought to you by Xerox
In 4 parts without commercial interruptions.
The revolution will not show you pictures of Nixon
blowing a bugle and leading a charge by John
Mitchell, General Abrams and Spiro Agnew to eat
hog maws confiscated from a Harlem sanctuary.
The revolution will not be televised.

The revolution will not be brought to you by the
Schaefer Award Theatre and will not star Natalie
Woods and Steve McQueen or Bullwinkle and Julia.
The revolution will not give your mouth sex appeal.
The revolution will not get rid of the nubs.
The revolution will not make you look five pounds
thinner, because the revolution will not be televised, Brother.

There will be no pictures of you and Willie May
pushing that shopping cart down the block on the dead run,
or trying to slide that color television into a stolen ambulance.
NBC will not be able predict the winner at 8:32
or report from 29 districts.
The revolution will not be televised.

There will be no pictures of pigs shooting down
brothers in the instant replay.
There will be no pictures of pigs shooting down
brothers in the instant replay.
There will be no pictures of Whitney Young being
run out of Harlem on a rail with a brand new process.
There will be no slow motion or still life of Roy
Wilkens strolling through Watts in a Red, Black and
Green liberation jumpsuit that he had been saving
For just the proper occasion.

Green Acres, The Beverly Hillbillies, and Hooterville
Junction will no longer be so damned relevant, and
women will not care if Dick finally gets down with
Jane on Search for Tomorrow because Black people
will be in the street looking for a brighter day.
The revolution will not be televised.

There will be no highlights on the eleven o’clock
news and no pictures of hairy armed women
liberationists and Jackie Onassis blowing her nose.
The theme song will not be written by Jim Webb,
Francis Scott Key, nor sung by Glen Campbell, Tom
Jones, Johnny Cash, Englebert Humperdink, or the Rare Earth.
The revolution will not be televised.

The revolution will not be right back after a message
bbout a white tornado, white lightning, or white people.
You will not have to worry about a dove in your
bedroom, a tiger in your tank, or the giant in your toilet bowl.
The revolution will not go better with Coke.
The revolution will not fight the germs that may cause bad breath.
The revolution will put you in the driver’s seat.

The revolution will not be televised, will not be televised,
will not be televised, will not be televised.
The revolution will be no re-run brothers;
The revolution will be live.

Programação ROCK IN RIO 2011 Dia a Dia e com SOAD !!

Rock in Rio

Rock in Rio

Acompanhei de perto todos eventos anteriores… no primeiro (com 12/13 anos) ví pela TV, e não esqueço do show do AC/DC na íntegra pela Globo, além de outros grandes momentos de Ozzy, Iron Maiden, Whitesnake, Queen, Scorpions, Rod Stewart, James Taylor, The B-52´s, Paralamas, Barão Vermelho

Em 1991 na segunda edição e com a idade necessária pude ver ao vivo Faith no More, Guns and Roses, Prince, Santana, Joe Cocker, Jimmy Cliff, George Michael, Dee Lite, Megadeth, Judas Priest, Sepultura, Colin Hay Band, Titãs … para finalmente em 2001 ter conferido na terceira edição Neil Young, Beck, REM, Foo Fighters e Dave Mathews Band, numa edição que contou novamente com o Guns e teve destaques como Red Hot Chili Peppers, Sting, Cássia Eller

A versão 2011 volta finalmente ao Brasil, e está realmente me impressionando pela organização e divulgação, mas sinceramente as atrações no geral ficaram a desejar, o ponto alto foi a confirmação do System of a Dowm, banda sensacional e que no Brasil tem público de sobra para ter sido escolhida em votação pela galera.

O Blog nesse primeiro Post sobre o Rock in Rio 2011, tráz um quem é quem de cada dia.

Dia 23/Set

Palco Mundo (Dia Pop)

Elton John – O Grande Show da noite !! Continua em grande forma.
Rihanna – Não vejo nada de mais, mas os fãs devem estar na expectativa.
Katy Perry – Afinal !? O pop não poupa ninguém.

Palco Sunset:
Destaque para o sempre bom show dos Móveis Coloniais de Acaju.

Evitar: Claudia Leite, afinal é Rock in Rio.

Dia 24/Set

Palco Mundo (Dia Rock)

Red Hot Chilli Peppers – Voltando aos palcos com guitarrista novo, sempre emocionante.
Snow Patrol – Grande expectativa pelo show da banda que tem hits recentes no Brasil.

Palco Sunset:
Destaques para Marcelo Yuka com Cibelle, Tulipa Ruiz e Nação Zumbi, Milton Nascimento + Esperanza Spalding e Mike Patton/ Mondo Cane + Orquestra Sinfônica de Heliópolis.

Evitar: Capital Inicial, eu não agüento mais… peço já desculpa aos fãs.

Dia 25/Set

Palco Mundo (Dia Metal Rock)

Metallica – Os caras são hoje 100% mainstream, mas continuam pesados e ao-vivo matadores.
Slipknot – Banda com grande performance ao-vivo, promete !!
Motorhead – O que falar de uma das maiores bandas pesadas do rock mundial, na boa… pelo Blog Vishows Motorhead fechava a noite !!!
Coheed and Cambria – O som dos americanos cresce a cada disco e deve surpreender no festival.

Palco Sunset:
Matanza + Bnegão – Vai ser legal !!
Korzus + The Punk Metal Allstars – A mistura vai ser interessante !!
Angra + Tarja Turunen (Fi) – Prá quem gosta ! (Prefiro Evitar)
Sepultura + Tambours du Bronx (Fr) – A banda brasileira já é expert em simbioses musicais diversas, recomendo !!

Evitar: Quem não gosta de Rock pesado deve buscar um programa alternativo no Domindão carioca.

Dia 30/Set

Palco Mundo: (Pop Rock Latino)
Shakira – Putz ! Não é minha praia, acho que ela canta bem mas as músicas não valem a pena.
Lenny Kravitz – Eu já vê e mesmo gostando dos primeiros discos, hoje acho que ao-vivo Lenny é bem água com açúcar.
Ivete Sangalo – Sem Comentários. Evitar
Jota Quest – Idem. Evitar.
Marcelo D2 – Em busca da batida perfeita ?! Falou !! $$

Palco Sunset:
Buraka Som Sistema + Mixhell – Faria eu sair de casa pois vai ser pesado e engraçado com a sexualidade funk do Kuduru angolano e as batidas do Mixhell… eles deveriam filmar os ensaios pois vai ser histórico.
João Donato + Céu – O cara é mestre arranjador e compositor da Bossa Nova e Céu a melhor cantora do Brasil.
Cidade Negra + Martinho da Vila + Emicida – Vale por Martinho e pelo talento animal do Emicida.
Monobloco + Macaco – Monobloco é um fenômeno no Rio e Macaco uma landa da Catalunha que manda muito bem ao vivo, o show deve causar !

Evitar: TUDO !! Só salva o Palco Sunset, achei o palco mundo a noite brega do festival.

Dia 01/Out

Palco Mundo (Do Piano Rock ao Hip Hop na noite MAINSTREAM)
Coldplay – São bons ao vivo mesmo sendo das bandas mais auto indulgentes do mundo.
Jay-z – Fazer o que o cara bomba no mundo todo, aposto num grande show.
Maná – O Bon Jovi brega do rock latino, tem quem goste e são muitos. (Sorry Fãs)
Skank – Na opinião do Blog a banda é a melhor atração do Palco Mundo, mereciam maior sorte nessa estréia em Rock in Rio.

Palco Sunset: (De novo melhor que o Palco Mundo)
Cidadão Instigado + Júpiter Maçã – Deve ser um show muito legal, conectando o RS com PE.
Tiê + Jorge Drexler – A Bossa no caminho de Montevidéo com o auxílio luxuoso da voz de Tié.
Erasmo Carlos + Arnaldo Antunes – Erasmo sempre vale a pena e a parceria com o mais concreto dos Titãs, deve render um bom show.

Evitar: Maná que é muito chato, prefiro ouvir sertanejo e pagode. (Sorry Tex/Mex People)

Dia 02/Out

Palco Mundo (Rock)

Guns N`Roses – O que já foi uma super banda, agora tem que suportar literalmete o ego do vocalista, não merece fechar o Festival, é o maior erro de programação do Rock in Rio.
System of a Down – Melhor escolha do festival, mas que chegou lá através da mobilização dos fãs e deve ser o melhor show da noite.
Evanescence – A banda de Amy Lee tem hordas de fãs no Brasil e faz um som de respeito.
Pitty – Merecida escalação da popular roqueira baiana que deve agitar a galera.

Palco Sunset: (De novo melhor que o Palco Mundo)

Destaque para Mutantes + Tom Zé e Marcelo Camelo com parceiro incógnito, de resto nada que valha muito à pena.

Evitar: Ver ao vivo a decadência física, vocal e mental de Axl Rose.

Prince 360° em 21 apresentações no Fórum de Los Angeles (Abril/Maio de 2011)

Pelo visto, o maior artista do Pop oitentista não perdeu tempo, e inseriu o conceito do palco 360° com enorme facilidade. Vejam os vídeos selecionados e sintam o clima desse show de mais de 3 horas, onde Prince – o gênio de Minneapolis, mostra que nenhum artista dos anos 80 toca, dança, compõe e atua como o mestre.

Com banda afiada, setlist incrível (cheio de covers inteligentes), e hits com arranjos certeiros, o show empolga !!

WISH LIST NUMBER ONE do BLOG VISHOWS

De quebra (direto do arquivo pessoal), foto do pandeiro de Prince (Souvenir do show do baixinho no Rock in Rio 2 em 1991) e que graças a muita sorte, perseverança e ajuda de bravos amigos está até hoje em área nobre da minha coleção de vinis… hehehe … Memorabilia total !!

Pandeiro Prince - Rock in Rio 2

Pandeiro Prince - Rock in Rio 2

Vejam o setlist de apresentação no Fórum de LA no último fim de semana (23/Abr/2011)

1. D.M.S.R.
2. Pop Life
3. Musicology
4. Extraordinary
5. Mountains (com Sheila E.)
6. Everyday People (Cover Sly)
7. Thank You (Falettinme Be Mice Elf Again)
8. Sweet Thing (com Chaka Khan)
9. The Glamorous Life (Sheila E. Vocals e citações de Soul Sacrifice de Santana)
10. Raspberry Beret
11. Cream
12. Cool / Don’t Stop ‘Til You Get Enough (Versão para Michael Jackson)
13. Make You Feel My Love
14. Misty Blue (Shelby J. vocals)
15. Let’s Go Crazy
16. Delirious (com Let’s Go Crazy Reprise)
17. 1999
18. Little Red Corvette
19. Purple Rain

BIS

20. When Doves Cry / Nasty Girl / Sign ‘O The Times / The Most Beautiful Girl In The World / Darling Nikki / Single Ladies / Hot Thing / I Would Die 4 U (medley)
21. If I Was Your Girlfriend
22. Insatiable
23. Scandalous
24. Adore

BIS 2

25. Kiss

BIS 3

26. Sometimes It Snows In April
27. Dreamer (com Welcome 2 America interpolation)
28.  Controversy (com Housequake interpolation)

BIS 4

29. A Love Bizarre
30. Play That Funky Music (com I Like Funky Music interpolation)
31. Hollywood Swinging (com letras mudadas para Inglewood Swinging)

SEGUEM ALGUNS VÍDEOS DE FÃS DAS APRESENTAÇÔES NO THE FORUM EM LA (Inglewood)

Dicas para curtir numa boa a Virada Cultura 2011 em São Paulo (dias 16 e 17 de abril)

Ir na Virada Cultural é sempre um programa especial, onde os paulistanos reconquistam o centro da cidade por 24 horas, pois o Centrão deveria ser sempre o foco da cultura como em toda cidade decente.

Virada Anhagabaú

Já para se divertir numa boa e curtir a Virada é mais complicado, pois não é tão difícil se dar mal, afinal a noite de Sábado vai lotando em progressão geométrica, e a sujeira crescente pode tornar a experiência meio decepcionante, principalmente se não for possível ficar próximo ao seu artista preferido.

Seguem as dicas do blog para curtir numa boa.

1 – PESQUISAR E PLANEJAR

Antes de mais nada a primeira dica é PLANEJAMENTO, pois um evento assim diverso agrega roqueiros, pagodeiros, malucos, crianças, velhinhos, mendigos, regueiros, clubbers, manos, mauricinhos, punks e alternativos de toda ordem e opção.

Ou seja, tem prá todo mundo – procure na programação completa do sitio da Virada, e cheque seus artistas e atrações favoritas, horários e locais. Feito isso, dê um passeio no Google MAPS e Street View para ver as distâncias, pontos de ônibus e metrô mais próximos.

2 – TRANSPORTE

Ir de carro na Virada é a maior roubada !! Se você mora longe do centro e do metrô, a dica de transporte é ir de carro até a estação de Metrô ou trem mais próxima. Daí é escolher se fica melhor descer na Sé, Liberdade, República, Anhagabaú, Luz ou até mesmo na Paraíso, Ana Rosa, Santana e Barra Funda prá quem vai curtir o circuito que rola em diversos SESCs da cidade.

Em todos os CEU´s vão rolar apresentações e performances como opção para vários bairros de SP.

3 – HORÁRIOS

Eu sempre busco horários mais alternativos, o pico de lotação normalmente acontece das 22:00 até altas horas da madrugada, e no Domingo à tarde a cidade fica novamente lotada.

Sempre pesquise os palcos próximos do seu show preferido, pois se ficar lotado demais, apresentações menos concorridas podem ser até mais divertidas.

4 – O que ver na Virada Cultural 2011 ?

Com o Brasil na moda e no roteiro de todos os shows, dolar barato e festivais de sobra na América do Sul, eu tinha uma expectativa bem maior nesse ano, ache que se por um lado a Virada investiu no humor e entretenimento para todos, as atrações musicais estão no mesmo nível de 2010… ou seja, poderiam ter sido mais agressivos… mas como esse ano não tem eleição …. a Secretaria da Cultura e organizadores foram bem tímidos.

Seguem os destaques musicais preferidos …

Palco São João – música eletrônica/ritmos latinos/ska/dub

19h00 – Armando Manzanero (México) – Latino/Romantico

21h00 – Chicha Libre (EUA) – NYC – Latino/Amazônico/Electro/Pop/Surf

23h00 – Skatalites (Jamaica) – IMPERDÍVEL mas deve LOTAR

03h00 – Macaco (Espanha – Barcelona) – Pop/Latino/Electro – ACHADO – RECOMENDO

05h00 – Marcelo Yuka (Brasil – Rio) – Ex.Líder do Rappa

07h00 – Dj Dolores y Orquestra Santa Massa (Brasil – Pernambuco)

15h00 – Mad Professor (Jamaica) + Marty Dread

17h00 – Steel Pulse (Inglaterra) – Reggae

Palco República – black/hip-hop, funk, soul e samba

18h00 –  KL Jay, Edi Rock e Don Pixote (Quase os Racionais) !!

00h00 – Toni Tornado e Dom Salvador + Abolição (Funk Brasil – 70´s)

18h00 – Paulinho da Viola e Orquestra de Cordas de Curitiba (MPB)

Palco Júlio Prestes – rock n’ roll, blues, heavy metal, psychobilly e pop rock

18h00 – Rita Lee (Rock Brasil) – LOTADO

20h00 – Edgar Winter (EUA) – Blues – D+

02h00 – The Misfits (EUA) – Psycobilly / Punk

14h00 – Plebe Rude (Rock Brasil – Punk)

16h00 – Blitz (80´s Rock Brasil)

18h00 – RPM (80´s, Pop Brasil – A volta dos que não foram…)

Palco Arouche – brega ao rock

23h00 – Ritchie – (80´s, Pop Brasil – A volta dos que não foram…)

07h00 – Big Time Orchestra (Big Band Rock)

11h00 – A Cor do Som – (Pop, MPB, Rock – 70´s/80´s)

13h00 – Os Incríveis – (Pop / Rock – 60´s/70´s)

17h00 – Erasmo Carlos – (Jovem Guarda – MPB- Rock)

Palco XV de Novembro – veteranos e novatos

18h00 – Tiê – (pop)

00h00 – Cibelle e Cidadão Instigado

14h00 – Maria Alcina e Edy Star (loucuras mil)

18h00 – Jorge Mautner (MPB – Cabeça)

Bulevar São João — Maratona: a banda Beatles 4ever toca todos os discos na sequência

A banda paulistana Beatles 4Ever vai tocar todos os discos dos Beatles ao vivo, na íntegra e em ordem de lançamento, com figurinos originais.

Palco Estação da Luz – Corpos de baile/Orquestras e seus convidados

21h00 – Orquestra de Câmara da USP : Stravinsky – Zappa – Ginastera -Scrutinizer (Tocando repertório de Frank Zappa)

00h00 – Orquestra Experimental de Repertório Convida Sepultura

09h30 – Orquestra Fervorosa Convida Inezita Barroso

CEU Parque Anhanguera

21h00 – Mallu Magalhães (MPB – Folk)

CEU Vila Atlântica

22h00 – Luiz Melodia (MPB)

Sesc Santana

18h00 – Big Boy Revival Show (Memória ao DJ Big Boy)

21h00 – Casa das Máquinas (Rock Brasil – 70´s)

Casa de Francisca – Rua José Maria Lisboa 190

00h30 – Cida Moreira (MPB)

19h30 – Arrigo Barnabé (MPB – Vanguarda)

APROVEITEM E ACOMPANHEM A PROGRAMAÇÃO NO BLOG

%d blogueiros gostam disto: