Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Arquivos de tags: Credicard Hall

Ringo Starr & All Starr Band em Sampa Rock City

Ringo Starr e a mensagem de Paz e Amor

Ringo Starr e a mensagem eterna de Paz e Amor

O show foi muito legal mesmo !! Muita gente reclamou pois a Ringo All Starr Band, já teve Peter Frampton, Roger Hodgson e outros, mas a encarnação 2011 da banda mantém o pique com a presença de Edgar Winter (Gênio multi instrumentista dos 70´s), Wally Palmar ( Ex The Romantics do sucesso oitentista Talking in your Sleep), Richard Page (Ex Mister Mr com o hit Broken Wings) e os não menos cotados Rick Derringer e Gary Wright.

A apresentação em sí foi em ritmo de rock clássico e o grande batera dos Beatles não decepcionou, coroando os presentes com um espetáculo alegre e energético, mostrando entrosamento da banda e grande carisma.

Ringo levou o público ao delírio em momentos clássicos como  I wanna be your man, Yellow Submarine e With a Little Help from my Friends dos Beatles, com os coadjuvantes representando bem, tanto como acompanhantes quanto nos seus momentos de solistas, o que deu uma dinâmica legal à apresentação.

No final com todos já emocionados, em quase duas horas de show, Ringo cita o colega John Lennon e deixa o palco ao som de Give Peace a Chance !! Histórico !!

SET-LIST RINGO ALL STARR BAND – São Paulo (12-Nov-2011)
1. It Don’t Come Easy
2. Honey Don’t – (Carl Perkins)
3. Choose Love
4. Hang On Sloopy – (The McCoys)
5. Free Ride – (The Edgar Winter Group)
6. Talking in Your Sleep (The Romantics)
7. I Wanna Be Your Man (The Beatles)
8. Dream Weaver (Gary Wright)
9. Kyrie (Mr. Mister)
10. The Other Side Of Liverpool
11. Yellow Submarine (Beatles)
12. Frankenstein (The Edgar Winter Group)
13. Back Off Boogaloo (Ringo Starr)
14. What I Like About You (The Romantics)
15. Rock and Roll, Hoochie Koo (Rick Derringer)
16. Boys (Beatles)
17. Love Is Alive (Gary Wright)
18. Broken Wings (Mr. Mister)
19. Photograph (Ringo Starr)
20. Act Naturally (Buck Owens \ Bestles song)
21. With a Little Help from My Friends (The Beatles)
22. Give Peace a Chance (John Lennon cover)

Ringo chega com novos e velhos amigos em tour sulamericano

20111101-232017.jpg

CIDADES DO TOUR NA AMÉRICA DO SUL

CHILE
Santiago / 4-Nov – Movistar Arena

ARGENTINA
Buenos Aires / 7-Nov – Luna Park

BRASIL
Porto Alegre / 10-Nov – Gigantinho
São Paulo / 12-Nov – Credicard Hall
São Paulo / 13-Nov – Credicard Hall
Rio De Janeiro / 15-Nov – Chevrolet Hall
Belo Horizonte / 16-Nov – Citibank Hall
Brasilia / 18-Nov – Convention Hall
Recife / 20-Nov – Chevrolet Hall

A BANDA
RINGO ALL STARR BAND com Ringo Starr (vocal/bateria), Rick Derringer (gtr, voz – ex- The Mc Coys), Richard Page (baixo e voz – ex Mr.Mr) , Edgar Winter (teclado e voz), Gary Wright (teclados), Wally Palmar (gtr, voz – The Romantics), Gregg Bissonette (bateria).

Primeiro os clássicos !

It don´t come easy – Ringo 2011

Yellow Submarine

With a Little Help From My Friends + Give Peace a Chance

… Também com novos e oitentistas amigos…

Talking In Your Sleep – Wally Palmar (The Romantics)

Richard Page – Broken Wings (Mr. Mister)

E o setlist de Ringo em show recente em Viena, Austria em 17 de Julho de 2011 !!
– It Don’t Come Easy
– Honey Don’t (Carl Perkins)
– Choose Love
– Hang On Sloopy (The McCoys)
– Free Ride – (Edgar Winter)
– Talking in Your Sleep (The Romantics)
– I Wanna Be Your Man
– Dream Weaver (Gary Wright)
– Kyrie (Mr. Mister)
– The Other Side Of Liverpool
– Yellow Submarine
– Frankenstein (Edgar Winter)
– Peace Dream
– Back Off Boogaloo
– What I Like About You (The Romantics)
– Rock and Roll, Hoochie Koo (Rick Derringer)
– Boys
– Love Is Alive (Gary Wright)
– Broken Wings (Mr. Mister)
– Photograph
– Act Naturally (Buck Owens)
– With a Little Help from My Friends
– Give Peace a Chance (John Lennon)

Tia Alice Cooper vem com “novidade” – TERROR TOUR – No More Mr.Nice Guy

Os shows prometem ser verdadeiramente históricos, tanto pela produção teatral registrada de Alice Cooper quanto pela volta do guitarrista Steve Hunter, original dos discos da banda entre 1972 e 1976 (“Billion Dollar Babies”, “Muscle of Love” , “Welcome to My Nightmare” e “Alice Cooper Goes to Hell”).

Alice Cooper

Alice Cooper

Os concertos fazem parte da turnê “No original More Mr Nice Guy – The Original Evil Returns“, com shows no Brasil, Argentina e Chile :

CHILE
Santiago – 26/Mai – Teatro Caupolican

ARGENTINA
Buenos Aires – 28/Mai – Estádio Malvinas Argentinas

BRASIL
Porto Alegre – 31/Mai – Pepsi On Stage
São Paulo – 02/Jun – Credicard Hall
Curitiba – 03/Jun – Curitiba MasterHall

Avenged Sevenfold na América Latina – 2011

Direto de Huntington Beach, na Califórnia o Avenged Sevenfold volta ao Brasil para uma série de shows do Tour 2011 que passará também pelo México e Argentina.

Confiram as datas :

México
Cidade do México – 30/Mar – Palacio de los Desportos

Brasil
Rio – 02/Abr – Citibank Hall
São Paulo – 03/Abr – Credicard Hall
Curitiba – 06/Abr – Master Hall
Porto Alegre – 07/Abr – Casa do Gaúcho

Argentina
Buenos Aires – 09/Abr – Estadio Malvinas Argentinas

Avenged Sevenfold – Nightmare

SET LIST de show dos caras em 16 de Fevereiro de 2011 no San José State Event Center Arena em San José- Califórnia

1. Nightmare
2. Critical Acclaim
3. Welcome to the Family
4. Danger Line
5. Buried Alive
6. So Far Away
7. Afterlife
8. God Hates Us
9. Bat Country
10. Unholy Confessions
BIS
11. Fiction
12. A Little Piece of Heaven

Erykah Badu toca em Sampa e no Rio no fim de Agosto/10

Erykah Badu

A cantora de soul e R&B Erykah Badu chega no fim do mês para shows no Rio de Janeiro e São Paulo, logo após mais uma polêmica, onde a cantora foi condenada por atitude imprópria e ilegal, durante à filmagem de seu novo vídeo “Window Seat”, de seu álbum mais recente, “New Amerykah Part Two (Return of the Ankh)”.

Rodado na Dealey Plaza, em Dallas, famoso local da morte do presidente americano Kennedy nos anos 60, causou controvérsia, pela cantora ter ficado 100% nua durante a execução e gravação do vídeo.

Badu acertou com a justiça do Texas, que cumprirá liberdade condicional e pagou fiança de 500 dólares.

O mais importante é que a cantora em plena atividade criativa, chega ao país para show em 28 de Agosto no Rio (Black2Black Festival – na Estação Leopoldina) e em 29 de Agosto no Credicard Hall em Sampa.

I M P E R D Í V E L

Confiram o clipe do polêmico vídeo :

O Echo volta como sempre ao Brasil

Echo 2010 no Brasil

Depois dos históricos shows dos anos 80, o grupo inglês Echo and the Bunnymen – demorou para voltar para o Brasil,
mas desde o início dos 2000 se tornou presença frequente no país e chega para novas apresentações em São Paulo e Belo Horizonte em Outubro/10.

Grandes nos anos 80 com hits como “Killing moon“, “Lips Like Sugar” e “Bring on the dancing horses”, atualmente conta somente com Ian McCulloch e o guitarrista Will Sergeant como membros orininais.

São Paulo
11/Out – Credicard Hall
r$ 120 até R$ 250 (60,00 e 125,00 Meia Entrada)

Belo Horizonte
12/Out – Chevrolet Hall
R$ 90 e R$ 120 (45,00 e 60 Meia Entrada)

Manowar – Brasil – Maio/2010

Há algumas semanas o Luis me classificou como o escritor de metal farofa do ViShows… naquele dia mandei ele a merda…. , mas depois pensei e lembrei que os shows de Metal Farofa são os MAIS DIVERTIDOS.

Aproveitando esse assunto venho falar sobre os shows do Manowar no Brasil em Maio/10, grupo fundado em 1980 possuí 10 álbuns de estúdio lançados.

A banda possuí em sua música temas relacionados à mitologia nórdica e muitas vezes apareceram vestidos de vikings, também é uma banda feita de recordes mundiais, sendo considerada a banda mais barulhenta do planeta alcançando incríveis 129 decibéis, mas os maricas do Guiness Book não firmaram o recorde pelo medo de virar moda e outras bandas tentarem seguir o mesmo estilo.

Eles também possuem o recorde de show mais longo da história, e isso sim é uma marca de se orgulhar, em 2008 na Bulgária a banda fez um show que durou 5 horas, empurrados por fãs fanáticos que se mantiveram de pé durante todo esse tempo.

Então separem os cintos de spike e os braceletes de couro, soltem seus cabelos (mesmo os carecas que soltam cabelos imaginários) e treinem sua técnica para ver uma das maiores bandas do heavy metal, segundo eles próprios inclusive, a MAIOR BANDA DE HEAVY METAL.

Exageros à parte deve ser um grande show para se curtir pois é uma banda com muita energia e experiência que pode fazer do show uma experiência incrível.

Datas:

Manowar – São Paulo

Quando: 7 de maio, às 22h
Onde: Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro
Quanto: de R$ 100 a R$ 300 com direito a meia-entrada
Vendas pela internet: http://www.ticketsforfun.com.br
Informações: 4003-5588

Manowar – Rio de Janeiro

Quando: 8 de maio, às 22h
Onde: Citibank Hall/ RJ – Av. Ayrton Senna, 3000, Shopping Via Parque, Barra da Tijuca
Quanto: de R$ 130 a R$ 300
Vendas pela internet: http://www.ticketsforfun.com.br
Informações: 4003-5588

Manowar – Belo Horizonte

Quando: 9 de maio, às 19h
Onde: Chevrolet Hall – Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi
Quanto: de R$ 140 a R$ 200
Vendas pela internet: http://www.ticketsforfun.com.br
Informações: 4003-5588

Mostrem o seu lado Viking! Compareçam! Mas deixem as espadas em casa…

E nos vemos depois para falar de outros shows e bandas, com muito metal farofa para se contar, sempre aqui no ViShows.

Billie Blade é gamer, nerd, blogueiro e maluco por música, escreve para o ViShows e para o Cerveja com Ogros

Megadeth chega para comemorar os 20 anos de Rust in Peace… (na América Latina)

O grupo de heavy metal Megadeth chega com todo seu peso e afetação para uma série de shows na América Latina em comemoração dos 20 anos de seu clássico disco “Rust in Peace”.

Megadeth - Rust in Peace

A formação é quase clássica com o líder Dave Mustaine (Voz e GTR), o baixista original Dave Ellefson e os novatos Shawn Drover na bateria e Chris Broderick na outra guitarra.

Confiram as datas já confirmadas

MÉXICO
Cidade do México – 17/Abril – Sports Palace

BRASIL
Recife – 20/Abril – Clube Português
Brasilia – 22/Abril – Ginásio Nilson Nelson
São Paulo – 24/Abril – Credicard Hall
Porto Alegre – 26/Abril – Pepsi on Stage

ARGENTINA
Buenos Aires – 28/Abril – Luna Park

CHILE
Santiago – 30/Abril – Movistar Arena

PERU
Lima – 02/Maio – Explanada del Monumental

VENEZUELA
Caracas – 06/Maio – CIEC Metropolitan University

GUATEMALA
Guatemala – 13/Maio – Forum Mundo

Para se preparar, selecionamos SET LIST recente da Banda em Tucson (AZ) – USA em 30 de março de 2010.

  • Skin O’ My Teeth
  • In My Darkest Hour
  • She-Wolf
  • Holy Wars… The Punishment Due
  • Hangar 18
  • Take No Prisoners
  • Five Magics
  • Poison Was the Cure
  • Lucretia
  • Tornado of Souls
  • Dawn Patrol
  • Rust in Peace… Polaris
  • Trust
  • Symphony Of Destruction
  • Headcrusher
  • The Right to Go Insane
  • Peace Sells (com Holy Wars)

Beach Boys redivivos no Brasil em Nov/09

beach-boys-2009-528x341

Beach Boys 2009

Sem o gênio Brian Wilson (Esse vale muito ver !!), o que sobrou da Banda chega ao Brasil para show único em SAMPA.

Sim, os Beach Boys são um dos grupos mais importantes de rock da década de 60, mas os shows da banda são considerados fraquinhos, como um cover deles mesmos…

A apresentação única no Brasil será no próximo dia 2 de dezembro no Credicard Hall, em São Paulo. O show faz parte da turnê comemorativa de 40 anos do lançamento de ‘Pet Sounds’, o álbum mais clássico da banda. Os ingressos começarão a ser vendidos a partir do dia 11 de novembro.

No repertório, os fãs com certeza não sentirão falta de sucessos como ‘Wouldn’t It Be Nice’, ‘Surfin USA’, ‘California Girls’, ‘God Only Knows’ e ‘Surfer Girl’.

O vocalista Mike Love é o único integrante da formação original do Beach Boys na banda que vem ao Brasil, que contará ainda com Bruce Johnston (tecladista e vocalista que entrou para o grupo em 1965), Christian Love (guitarra e voz), Randell Kirsch (baixo e voz), Tim Bonhomme (teclado e voz), John Cowsill (percussão e voz) e Scott Totten (guitarra e voz).

Show do Heaven and Hell em Sampa – 16/05/2009

Uma frente fria chegou em São Paulo na quinta feira dia 14/05, bem a calhar para juntar com a espera de um show do verdadeiro Heavy Metal.

No ingresso estava escrito Heaven and Hell, mas para mim continua sendo um show do Black Sabbath fase DIO e não se fala mais nisso.

Foi uma pena não ter ido com umas 03 ou 4 horas de antecedência, pois os bares em volta do credicardhall “vestem” o show da noite. Todos eles estavam tocando ou passando algo do Sabbath nas caixas de som e nos aparelhos de dvd`s dos lugares. Tinha um deles, no qual parei, que era o o show atual.

O clima como sempre esta condizente com shows de heavy metal, PAZ TOTAL ! Todos somente esperando o momento de entrar.

Os comentários que escutava do lado de fora era sempre: – e ai conseguiu o ingresso ? Pensei que fosse papo de cambista, mas ledo engano.

Na entrada, fila bem simples, sem empurra empurra e adentramos para o Credicard Hall. Por pura falta de alternativa, toma-se a cerveja mais cara do universo e é hora para o espetáculo.

O público sem predominações. Pai, filho, neto, filhas, amigas…estavam todos lá.

Na entrada das portas da pista simples (simples pois agora tem que ter sempre VIP) esbarrei em uma multidão. Mal dava para entrar. Os comentários internos era que o show estava esgotado fazia um certo tempo e uma ou duas semanas antes, liberaram outro lote de ingressos (??!?!).

Minha teoria é o seguinte, tinham o espaço liberado para X pessoas, sendo que esse espaço era para toda a pista e não com a divisão de VIP…com isso, o saldo maior de pista simples ficou encaixotado.

Era estranho, pois não sou baixo, mas mesmo assim, mal podia ver o palco.

Parecia que eu estava em uma rampa e que no fim dela não era o palco e sim algum lugar no meio da pista. Não tive dúvida, tive que tirar o

velho sangue adolescente que estava esquecido e cair na batalha. Depois de mil e um empurrões e palavrões, estava eu na grade que separa o vip dos pobres mortais.

Palco preparado, sem muita firula, canhões de luz bem colocado, o azul sombrio predominava no palco. Com pelo menos 45 minutos de atraso (não havia como colocar a mão no bolso e olhar o celular para saber a hora) começa a boa e velha “E5150”.

O som estava bem alto, mas em nenhum momento ocorreu distorção. A galera correspondeu com os gritos. Entra “Mob Rules” explodindo as caixas e DIO mostrando que não fica velho.
A voz é a mesma de sempre e fantástica. Lembro que fui ver o DIO no mesmo lugar em show solo antes…foi emocionante e tal, mas é diferente.

Agora fico sem entender de onde veio uma faixa de “Vegan” do público. DIO pegou acho que pela originalidade, mas nada a ver.

Voltando a música, Black Sabbath na voz do DIO é uma das melhores coisas do Heavy Metal. Tanto é que no primeiro intervalo entre as músicas, a galera  gritou DIO antes de levar o grito de Sabbath mais a sério.

O show seguiu bombando, Geezer butler mandando ver no baixo. Na postura de sempre, dedos rápidos, bagueadas constantes de cabeça. Seriedade é a palavra.

Um ponto me chamou a atenção, pois quando DIO ia apresentar faixas do álbum novo, ele falava como se ninguém ali já tinha escutado “The Devil You Know”.

Acho que nisso pararam no tempo. Confesso que não escutei como deveria o novo albúm, mas ali quando entrou “Bible Black” como indroução do albúm novo, todos, eu digo todos em minha volta cantavam o refrão ! Foi um dos pontos altos do show. A música é realmente muito boa.

Começei a flutuar no som pesado…a pausa para cair na real novamente foi quando entrou “Falling Off The Edge of The world”. Começa lenta e vai subindo até entrar o som do bumbo lembrando uma batida de coração e entra toda distorção da guitarra de Toni Iommi e se entende o por que o som do Sabbath é único.

O som estava perfeito, escutava-se o baixo na boa, batera sem querer aparecer muito, a voz do DIO bem controlada pela mesa de som e no solo de guitarra…limpo ! Tudo perfeito.

DIO quando falava para a platéia, como sempre, falava depressa e embolado, sempre andando de um lado para o outro movendo as mãos.

Entrou músicas do “Dehumanizer” e mais outra do “The Devil you Know”. Todo mundo vibrou igual.

Outra coisa foi o solo de bateria. Esparava mais, fico com o solo que Vinny fez no “live evil” e cai na besteira de manter isso na cabeça que o solo ficou bem meia boca.

Então veio o ápice do show. “Heaven and Hell”. A batida inicial foi prolongada como deveria de ser para todos entoarem em coro o ritmo da música e DIO começa a cantar.

O palco tem dois blocos de iluminação que subiam e desciam conforme a música, que acho simples e muito bom em ter, mesmo em shows de bandas menores. Na parte lenta da música, o DIO fica todo iluminado de vermelho enquanto o palco fica as escuras. E todos cantando junto. Quase chorei, pois nunca pensei que fosse ver esses caras ao vivo.

Depois disso fica tudo um extase só, mais um som e eles se despedem com o obrigado em português meio tímido.

Voltam com “Neon Nights” – pesadaça e DIO forçando o que dava a voz.

Acaba o show, entra o zumbido na orelha e fico feliz de ter participado desse evento. Hora de ir e novamente PAZ TOTAL !

Que venha o próximo espetáculo.

Robson Gonçalves – colaborador Vishows


The B-52´s – São Paulo – 18/04/2009

Fazer a resenha de uma banda que se gosta muito e de um show que foi somente bom, é uma tarefa das mais ingratas.

Se falar muito mal, vai parecer que odeio a banda, se pegar leve vou ignorar que o show apesar de vários momentos de destaque, deu toda hora aquela impressão de que na próxima música a coisa ia pegar… mas o show foi passando, passando e ficou mesmo no quase… Talvez a minha expectativa tenha sido muito alta, ou mesmo a vontade de ouvir clássicos antigos da banda, mas a verdade é que os The B-52´s nunca foram uma super banda ao-vivo. Possuem sim, todos os ingredientes para animar uma galera, e foi justamente esse o ponto alto do show.

The B-52´s (São Paulo - 18/04/2009)

The B-52´s (São Paulo - 18/04/2009)

Kate Pierson é uma baixinha com uma voz incrível, dançou e agitou o tempo todo, Cindy Wilson mais cheinha é um charme e ótima interprete, as duas juntas ficam muito mais poderosas como o meio do show, só com as duas no vocal, provou claramente. Fred Schneider é uma figura, tocou xilofane e agitou a galera junto com Keith Strickland, o ex-baterista – se mostra muito à vontade com a guitarra nas músicas do também fundador Ricky Wilson e detona com muita pegada nas canções mais recentes. O trio de apoio é sensacional – com baterista, um tecladista/guitarrista, e a grande presença da baixista Tracy Wormworth.

Mas como, com tudo isso o show não foi legal ?

Sim, foi legal. Mas faltou algo para contagiar de verdade e dar continuidade aos pontos altos, como “Private Idaho”, “Give Me Back My Man”, “Roam” e “Love Shack”, talvez o próprio Credicard Hall com sua acústica questionável e pista muito travada seja um dos culpados, mas no fim o que faltou mesmo foi uma maior química entre banda e público, até Mr.Fred (super em forma), grande comunicador, se atrapalhou com as brincadeiras com a cidade, “São Paulo Beach”  foi uma piada … mas ninguém entendeu.

Eu me diverti, foi uma ótima balada, e fico com grandes memórias desse show com uma das bandas mais divertidas e com alto astral da história da música e que tornaram a New Wave um fenômeno jovem no longínquo anos 80.

SET LIST – 18/04/2009

1.Pump
2. Mesopotamia
3. Ultraviolet
4. Private Idaho
5. Give Me Back My Man
6. Funplex
7. Strobe Light
8. Quiche Lorraine
9. Juliet of Spirits
10. Roam
11. Party Out Of The Bounds
12. Love In The Year 3000
13. Hot Corner
14. Channel Z
15. Love Shack

Bis
16. Planet Claire
17. Keep This Party Going
18. Rock Lobster

Luis Otávio C. Lopes – Editor Vishows

Credicard Hall – R$ 170,00 – $$$$

%d blogueiros gostam disto: