Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Arquivos de tags: Pearl Jam

PJ 20 – indispensável para entender o Rock dos anos 90

Viver o rock dos anos 90 foi mesmo interessante, pois até 90/91 estávamos condenados aos excessos do metal e farofices, enquanto o pop vivia o período da pasteurização total com MC Hammer, Vanilla Ice, os bizarros Milli Vanilli e besteiras similares criadas pelas mega gravadoras.

Como alternativa no underground, tínhamos a esperança de novas gemas pop dos (na época) semi deuses Stone Roses, que implodiram mas geraram toda cena de OASIS, Blur, Pulp, Verve, Supergrass … O dito BritPop.

E das College Rádios Americanas, terra de REM, Husker Dü, Replacements e depois Pixies, veio o que se convencionou chamar de Grunge, fonte do Novo Alternativo, que finalmente aceito pela maioria, fez como o Punk 77 inglês, e virou do dia para noite MAINSTREAM… mas em troca popularizou e eternizou bandas como Nirvana, Soundgarden, Alice in Chains, Screaming Trees e o Pearl Jam é claro.

Entre mortos e feridos, que por sinal não foram poucos, o rock alternativo dos 90 está ainda entre nós, tanto pela enorme influencia que já inclui essas bandas no panteão do rock clássico, ou mesmo pela força que o Pearl Jam mostra em todo mundo, lotando arenas e transformando cada show em uma catarse sem o auxilio luxuoso dos mega telões e efeitos, pois se fincam na força das canções e como seus heróis dos anos 60 e 70, contam somente com o velho rock and roll como arma.

O DVD PJ 20, dirigido pelo grande Cameron Crowe, mostra cenas íntimas, apresentações históricas, as lendas, mortes, trocas de bateristas, crises e a efetiva consagração dos caras como os heróis mais íntegros do rock americano dos últimos 20 anos.

LONG LIVE PEARL JAM

20120331-201944.jpg

Pearl Jam deixa o Morumbi pequeno em show épico!


Na última sexta-feira, dia 4 de novembro, o Pearl Jam se apresentou no estádio do Morumbi lotado e provou porque é considerado um dos maiores grupos de rock que já existiram. Comemorando vinte anos de estrada esse ano, a banda deixou o Morumbi pequeno num show inesquecível.

Após quase seis anos aguardando para vê-los novamente, depois de presenciar a primeira passagem deles por aqui em 2005 e ir à loucura, eu pude matar toda a saudade de um grande show de rock e de um set list impecável. Não mudaria nenhuma música daquela noite.

O grupo punk X” abriu o show, não consegui pegar a apresentação inteira, pois chegar ao Morumbi numa sexta-feira a noite em São Paulo foi uma verdadeira odisseia, sem contar os atrasos dos amigos que iam junto… Consegui chegar antes do show principal começar.

Às 21:17 h os caras entraram no palco já mandando ver com “Go”, a mesma música de abertura do show de sexta-feira em 2005 (como esquecer?), a loucura começou ali! Em seguida, já dizendo a que vieram, engataram Do the evolution” e o estádio veio a baixo com o refrão “It’s evolution baby!”.

“Severed hand”, “Hail hail” e “Got some”, faixa do álbum mais recente Backspacer, mantiveram o ritmo acelerado do começo do show. “Elderly woman behind the counter in a small town” deu uma desacelerada, porém “Given to fly”, uma das minhas favoritas, pôs todo mundo pra cantar o refrão.

“Gonna see my friend” antecedeu a belissíma “Wishlist”“Amongst waves”, “Setting forth”“Not for you”, com cover de “Modern girl”, fizeram a alegria dos fãs que conhecem toda a trajetória de 20 anos de carreira da banda. No entanto o pessoal que estava ali principalmente pelos sucessos dos álbuns Ten e VS e pelos hits que tocavam nas rádios, parecia meio desanimado desconhecendo algumas canções incríveis, mas que não tocam nas rádios.

Foi então que veio a paulada na cabeça da galera: “Even flow” fez o estádio tremer e levantou até defundo da cova! Loucura, loucura, loucura!

“Unthought unknown” é linda e trouxe uma energia muito forte para o público. A excelente “The Fixer”, também do álbum Backspacer, é uma das letras mais positivas da banda e me fez querer ficar ali para sempre! Pena que maioria da audiência não conhecia a letra…

“Once” abriu caminho para “Black” um dos melhores momentos do show com o público entrando em êxtase absoluto. Essa não podia faltar! Os caras deixaram o palco ao som do coro da galera e muitas pessoas já se perguntavam se “Jeremy” não iria rolar. Após um tempo, como sempre acontece nos shows do Pearl Jam, eles voltaram com “Just breathe”, outra do álbum Backspacer, ela se somou as músicas que eu queria ouvir naquela noite, eu estava torcendo para tocar, pois a letra é muito bonita.

Eddie Vedder disse que parte de “Inside job” foi composta em um hotel em São Paulo em 2005, portanto não podia faltar nesse retorno da banda, concordo inteiramente com ele. “State of love and trust” foi outra paulada que levantou a galera, ótima! A batida de “Why go” começou, mas foi “Ole” que eles tocaram, “Why go” veio em seguida para destruir ainda mais o Morumbi.

Para delírio da galera veio “Jeremy” e a essa altura o público já tinha enlouquecido! Mesmo após a segunda retirada da banda todo o estádio continuou cantando em uníssono o final da música: UOOOOOOOOO ÔÔÔ ÔÔÔ ÔÔÔ! Não tenho palavras para descrever esse momento.

A banda voltou ao palco, dessa vez para o último Bis. “Last kiss” trouxe de volta toda a nostalgia de ouvir música boa tocando no rádio, bons tempos, boa música. O riff de “Better man” trouxe outro grande momento para um show que já estava incrível e ficou ainda melhor! Ao final da música Eddie improvisou com um “We belong togheter” no refrão e o estádio novamente respondeu em coro.

“Spin the black circle” antecedeu “Alive” que colocou o estádio abaixo e acabou de demolir o que faltava, só ficou o pó! Esse foi o último grande momento do show que ainda teve espaço para o cover de “Baba O’Riley” do The Who e quando as luzes já estavam acessas e o pessoal achando que eles já tinham fechado a banca, eis que “Yellow ledbetter” aparece como a cartada final dos caras de Seatlle, linda balada! Eles fecharam com chave de ouro um dos melhores shows que eu já presenciei, e olha que em 2005 também foi incrível e já fui em shows de bandas de responsa tão boas quanto o Pearl Jam.

Eddie Vedder conversou bastante com o público e pediu desculpas pelo seu português de merda, nas palavras dele, também perguntou se estavam todos bem, como sempre, mostrando todo o carisma de um grande vocalista. Até quando errou a nota da música fez graça com o público e se desculpou pela demora para voltar ao Brasil. E ainda anunciou os integrantes da banda com seu português esforçado.

Ir à um show do Pearl Jam não tem preço, quem é fã sabe, e conseguir estar presente em duas passagens da banda por aqui é melhor ainda!

Eles serão sempre bem-vindos!

Set 1

Go
Do The Evolution
Severed Hand
Hail, Hail
Got Some
Elderly Woman Behind The Counter In A Small Town
Given To Fly
Gonna See My Friend
Wishlist
Amongst The Waves
Setting Forth
Not For You / Modern Girl
Even Flow
Unthought Known
The Fixer
Once
Black

Encore 1

Just Breathe
Inside Job
State Of Love And Trust
Olé
Why Go
Jeremy

Encore 2

Last Kiss
Better Man / Save it for Later / I Wanna Be Your Boyfriend
Spin The Black Circle
Alive
Baba O’Riley
Yellow Ledbetter

Os set lists dos outros shows no Brasil podem ser encontrados no site da banda clique aqui e confira.

Aquecimento Pearl Jam!!! Set list do show no Canadá!

Atendendo aos pedidos da galera que queria o set list dos shows da turnê de 2011, fica aí o set list do último show dos caras no Canadá, no dia 25 de setembro, antes deles chegarem aqui para os shows agora em novembro.

Vancouver, British Columbia – Pacific Coliseum
Set 1

Elderly Woman Behind The Counter In A Small Town
Hail, Hail
Save You
Animal
Got Some
Given To Fly
Pilate
Unthought Known
Garden
Even Flow
World Wide Suicide
Setting Forth
Corduroy
Unemployable
Present Tense
Wishlist
Glorified G
Lukin
Porch

Encore 1

Bee Girl
Just Breathe
Off He Goes
Mankind
State Of Love And Trust
Olé
Alive

Encore 2

Chloe Dancer / Crown Of Thorns
Smile
Search and Destroy
Rockin’ In The Free World
Yellow Ledbetter / Little Wing

O Pearl Jam se apresenta no Brasil nos dias 3 e 4 em São Paulo no estádio do Morumbi, dia 6 no Rio, na Apoteose,  dia 9 em Curitiba, no estádio do Paraná Clube e em Porto Alegre dia 11, no Estádio do Zequinha.

E mais um pouco dos caras para já ir se aquecendo.

Clique e confira o post com a crítica do show do dia 4 de novembro em São Paulo no estádio do Morumbi.

Pearl Jam no Brasil em 2011

Eddie Vedder e cia. passarão por aqui em novembro. As apresentações estão marcadas para São Paulo  (dias 3 e 4, no Morumbi), Rio (6, na Apoteose), Curitiba  (9, no estádio do Paraná Clube) e Porto Alegre (11, no Estádio do Zequinha).

Agora é  correr para garantir um lugar na arquibancada, os ingressos para os shows serão vendidos para o público em geral a partir de 1º de agosto e os fãs mais fiéis já estão enlouquecendo de ansiedade (meu caso).

Eu estive presente na primeira passagem do Pearl Jam por aqui em 2005, no primeiro show em São Paulo, naquela sexta-feira fria de dezembro no Pacaembu, ainda me lembro da loucura que foi aquele show.

Pontualmente às sete horas os caras entraram no palco, Eddie Vedder com o seu português desajeitado disse: “Cuidem bem um do outro” e eles mostraram a que vieram logo no começo com “Go”.

Tocaram todas as músicas que fizeram a história da banda, privilegiando os álbuns Ten e VS., mas não deixaram de fora os clássicos dos outros álbuns, como “Do the evolution”, “Last Kiss” e “Better Man”, fechando o show com a lendária “Jeremy” e “Yellow Ledbetter”. Foram duas horas de pura loucura e música boa, mas a banda ainda tinha fôlego para mais um show no sábado, que também foi incrível!

Se você é fã do Pearl Jam já vai se preparando, pois essa é uma daquelas banda cujo o show fica na memória pra sempre.

Fica aí um gostinho de como foi a passagem do Pearl Jam por aqui em 2005.

Veja o setlist dos shows no Pacaembu, São Paulo em 2005 Saiba mais

As 200 melhores músicas dos anos 90

O site Pitchfork fez uma lista com, segundo eles, as 200 melhores canções dos anos 90, elegendo apenas uma música de cada artista. O que causou a desclassificação de Tonight, Tonight do Smashing Pumpkins, que entraram na lista em 21º lugar com 1979. O Nirvana também está presente apenas em 13º lugar,  o Stone Temple Pilots e a sua “Interstate Love Song” aparecem na 175º posição. Além deles figuram na lista Radiohead, Björk, Suede e Pearl Jam. O 1º lugar ficou com o Pavement.

Será que faltou alguém?

Confira os dez primeiros colocados:

1. Pavement
“Gold Soundz”

2. Pulp
“Common People”

3. Dr. Dre ft. Snoop Doggy Dogg
“Nuthin’ But a ‘G’ Thang”

4. Radiohead
“Paranoid Android”

5. Wu-Tang Clan
“Protect Ya Neck

6. My Bloody Valentine
“Only Shallow”

7. Neutral Milk Hotel
“Holland, 1945”

8. Aaliyah
“Are You That Somebody?”

9. Beck
“Loser”

10. Weezer
“Say It Ain’t So”

Veja a lista completa

E você concorda com a lista?

Pearl Jam em Stand by até segunda ordem

O universo Grunge que vibrou com a volta do Soundgarden, agora se surpreende pelo anúncio de Eddie Vedder, que nesse dia 10, em show no festival portugues Optimus Alive 2010 anunciou férias indefinidas para o Pearl Jam

A banda composta por Eddie Vedder ( Vocal & Guitarra), Jeff Ament (Baixo), Matt Cameron ( Bateria), Mike McCready (Guitarra Solo), Stone Grossard ( Guitarra Basse) lançou em Set/2009 o álbum BackSpacer que alcançou o 1º lugar na Billboard Top 200. Este álbum vendeu cerca de 350 mil copias sendo que 250mil copias foram vendidos nos primeiros dois dias do lançamento.

Confiram o vídeo com o Pearl Jam anunciando em Portugal sua parada temporária…

Podcast Vishows – Emissão 23 – Cool Stuff

EMISSÃO 23 – Cool STUFF

David Byrne e Brian Eno – I Feel my Stuff, Patti Smith – Everybody wants to rule the world, Beck – Gamma Ray, Weezer – We´re all on drugs, OASIS – The turning, ASIAN DUB FOUNDATION – TH9, Tanghetto – Enjoy the Silence, Los Amigos Invisibles – Arepa 3000, The Cure – The Baby Screams, Os mutantes – O MENSAGEIRO, Neil Young e Pearl Jam – Downtown, Iggy Pop – She´s a business, Charly Garcia – Deberias saber porque.

Pré estréia do disco novo do Pearl Jam no Site e MySpace

Pearl Jam banda sempre antenada – colocou o  novo disco no My Space para a galera escutar no site, nada revolucionário mas uma maneira legal de divulgar o disco para os fãs.

O disco é muito bom – Backspacer e mostra a banda afiada como nunca e com a formação que virou clássica – Jeff Ament, Stone Gossard, Mike McCready, Eddie Vedder e o batera Matt Cameron.

Destaque para as músicas curtas e pesadas, algumas baladas e a que mais gostei e me lembrou o rock pesado dos 80 foi “Force of Nature”.

Seguem os próximos shows dos caras nos USA/Canada :

Seattle – Washington
21/set 2009 – Key Arena
22/set 2009 – Key Arena

Canada – Vancouver – British Columbia
25/set 2009 – GM Place

Portland – Oregon
26/set 2009 – Clark County Ampitheater

Salt Lake City – Utah
28/set 2009 – E Center

Universal City – California
30/set 2009 – Gibson Ampitheater
01 out 2009 – Gibson Ampitheater

Austin – Texas
04/out 2009 – Austin City Limits

Universal City – California
06/out 2009 – Gibson Ampitheater
07/out 2009 – Gibson Ampitheater

San Diego – California
09/out 2009 – Viejas Arena

Philadelphia – Pennsylvania
27/out 2009 – Spectrum
28/out 2009 – Spectrum
30/out 2009 – Spectrum
31/out 2009 – Spectrum

Confira do You Tube música nova -THE FIXER

Confira do You Tube também THE FIXER AO VIVO EM CALGARY NO CANADÁ EM AGO/09 – Amador mas matador

Jeff Ament atacado e roubado em frente ao Estúdio em Atlanta

O baixista do Pearl Jam, em companhia de um amigo, foi atacado e roubado em mais de US$ 3000,00 em dinheiro, e equipamentos pessoais como seu blackberry, por 3 homens mascarados na saída do estúdio onde a banda ensaia e grava o novo álbum. A polícia tem as imagens das câmeras de segurança dos prédios da vizinhança mas até o momento, nada dos meliantes.

Entre mortos e feridos todos sobrevivem e o incidente deve tornar o novo disco mais nervoso…

This is not for you !!

Pearl Jam - Jeff Ament

Pearl Jam - Jeff Ament

Podcast no Ar !!

Emissão ZERO – Esses músicos e suas bandas maravilhosas

Programa temático, focado em personagens do rock que por excesso de criatividade e rotatividade musical de bandas, marcaram a carreira em mais de um projeto.

damon_albarn1 Começando com Damon Albarn e suas bandas The Good the Bad and the Queen, a original Blur e   a hypada Gorillaz.

Na sequencia Pearl Jam e sua predecessora grunge metal Mother Love Bone.

O grande herói do rock alternativo americano dos anos 80, Bob Mould compararece com o mítico Husker Du e o pop Sugar.

paulweller460

Não poderia faltar Sir Paul Weller com os seminais The Jam e Style Council – esse está devendo remarcar para o Brasil os shows cancelados do TIM 2008 – Aguardamos para o 2o. semestre de 2009.

O show continua com Perry Farrell – autêntico ícone do rock caforniano, hippie, punk, gay, alternativo e visionário com seu Janes Addiction e freak as usual com o Porno for Pyros bem no início dos 90.

Falar em bandas que tiveram vários integrantes e não falar do Deep Purple é impossível !! ian-gillan-smoke-this-377794

Família Purple ou Black Purple, Sabbath, Rainbow, Dio, Whitesnake… chegam com Ian Gillan Band e o clássico do Sabbath fase Born Again – Trashed e o próprio Purple com Bloodsucker.

Link para o Sabbath atual – Heaven and Hell !!

Apareçam no Podcast e assinem.

CURTE O SOM GALERA !!

%d blogueiros gostam disto: