Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Arquivos de tags: Rock Argentino

Meus shows da Virada 2010 – Sampa

Para a Virada 2010, bolei um plano particular e focado em não tentar ver os shows de maior Hype.

Dessa forma, acabei montando um roteiro bem diverso e que me permitiu ver alguns shows de muito perto e até mesmo interagir com alguns artistas.

No Sábado perdí de cara o primeiro show que havia agendado e não conferí Lanny Gordin, mago das guitarras tropicalistas na Casa das Rosas… como fiquei mal com essa perda busquei o vídeo do mestre tocando ao vivo na Virada, cortesia do perfil Guitarfreaks666 que registrou inúmeros vídeos da Virada paulistana.

Lanny Gordin e Banda Kaol – Casa das Rosas 15.05.10

INÍCIO DA EMPREITADA: Cheguei ao Metro Paraíso às 18:30 e com meus primos Rafael e Fernanda conferímos uma grande sequencia de shows, começando com o som instrumental e cheio de improviso do gênio Hermeto Pascoal, em pleno Vale do Anhagabaú com a São João.

Para tocar com Hermeto os músicos tem que ter um conhecimento musical amplo e o mestre albino mostrou seu Jazz sertanejo from Hell para os poucos que já estavam preparados para a Maratona Cultural.

Depois de 1 hora de som instrumental de qualidade a fome apertou e conferímos um tradicional Bauru no Ponto Chic do Largo Paissandú.

Alimentados, seguimos direto para a outra ponta da São João, a tempo de conferir o Grandmothers, base da banda que acompanhou Frank Zappa nos primeiros anos da carreira. Já com o centrão lotado curtí de longe sons como Peaches en Regalia do disco Baby Snakes e um ótimo medley RAP/Funk com destaque para o cover de Grandmaster Flash – “The Message”.

Do palco rock, fomos para o esfumaçado palco Reggae, a tempo de pegar na íntegra o som do jamaicano  Pablo Moses, que sustentou com uma bela voz o ritmo consagrado de Marley e CIA.

De lá, num caminho Rough passando por pontos sinistros do centro, onde a galera não se importava em nada com a virada, cheguei pertinho da LUZ, onde conferí os dois últimos shows da noite no palco Indie.

Deu prá registrar a metade final dos roqueiros Black Drawing Chalks, que fizeram o melhor show da noite em parte pela pegada hard mas principalmente pela qualidade das composições e interação com a galera.

Meu sábado fechou com Tulipa Ruiz, que no palco da Casper Líbero fez um bom show com músicas do seu disco Efêmera para poucos interessados.

Voltei logo para casa pois meus planos para o Domingo começavam cedo.

Logo às 07:00 de um lindo Domingo, lá estava eu novamente na São João para conferir meu primeiro show do mestre gaúcho Nei Lisboa.

O público nesse horário se dividia entre os que rodaram a madrugada de show em show e alguns malucos que acordaram cedo para conferir as canções de Júlio como Cena Beatnik.

Adorei o espetáculo, que em cerca de 1 hora e meia. Me encheu de alegria em meio às baladas e boas sacadas de Nei. GRANDE SHOW !! Vou querer vê-lo em breve novamente!!

A Virada Cultural acabou para mim da melhor forma possível, com o som folk/rock do herói sonico argentino Nito Mestre, que é um mito local e tem no seminal grupo Sui Generis (em conjunto com Charly Garcia) a base
do seu incrível repertório.

Nesse momento, chegaram ao centro vários argentinos e o famoso Mate, mas mesmo com esse reforço dos “Hermanos” o show começou com menos de 200 presentes.

Nito se mostrou inspirado, com o show crescendo pouco a pouco até se tornar em um dos maiores shows que conferí no Ano. Grande cantor tem carisma de sobra e um incrível repertório.

Foi aglutinando todos que passavam pelo Vale do Anhagabaú e no fim do espetáculo foi ovacionado pelo crescente público.

Como prova do clima especial que trouxe ao concerto, o músico ficou cerca de 15 minutos interagindo com os fãs, tirando fotos e dando autógrafos. O próprio blogueiro que vos fala, havia levado seu CD do Sui Generis para a Virada, sendo agraciado com uma dedicatória do cantor.

Para quem não conhece, segue o vídeo clássico do Sui Generis ao vivo em 72 !!


Depois desse show eu não queira ver mais nada, deixei para a próxima conferir Flora Purim, Clinton Fearon e Big Youth que estavam nos meus planos.

Como ao meio dia já estava em casa e com poucas horas de sono, o Domingão serviu para curar a ressaca de shows do final de semana. Que venha a Virada 2011 !!


Anúncios

Virada Cultural 2010 – Domingo pela manhã

Sol Pereyra ao vivo no Clube Berlin (Sampa – 19/Fev)

Sol Pereyra

Nessa última Sexta dia 19/Fev, fui conferir show da argentina Sol Pereyra, no Clube Berlin na Barra Funda paulistana.

O local em sí já valeu o show, pois o Berlin é um espaço inteligente e de bom gosto. O ótimo som mecânico bombou direto das 23hrs até quase às 02:00 da madruga, quando a pequena Sol entrou ao palco acompanhada de 2 músicos de responsa, que mandaram bem nas guitarras, teclados e programações de primeira.

A guria tem muita personalidade, e não por acaso, afinal sua Banda original de Córdoba – Los Cocineros, já tem 7 discos gravados e a cantora rodou o mundo participando como integrante do grupo de Julieta Venegas no Tour de 2008 do premiado Acústico MTV.

Vamos ao show…

Não é fácil para uma artista de língua espanhola e sem sucessos no Brasil, encarar um público difícil como o paulistano.
Mas foi então que nuestra hermana mostrou sua mágica, começando bem com a cancão título  de seu trabalho solo Blá, blá, blá e sua mistura de reggae, pop-rock latino, folk, electro e hip hop.

Quando o show deu uma pequena caída entre a segunda e terceira música, Sol mostrou seu brilho convidando o público a dançar e usando seu charme para conquistar a platéia.

Daí em diante, com o som mais alto e mesmo com algumas microfonias, a apresentação pegou de vez, fazendo o povo dançar e se divertir de verdade, com a galera até aprendendo trechos de letras como “Fuera de mi camino” que encerrou o show.

No bis, mostrando a força das conexões Brasil e Argentina, a cantora nos presenteou com um inteligente cover de “Lança Perfume”, da diva e rainha brazuca do rock – Rita Lee, onde além do ótimo português, SOL mostrou muita qualidade e competência com espertos solos de trompete, levando ainda mais charme e personalidade à música.

A cantora ainda tem datas de shows em Sampa, Presidente Prudente e Goiania, vale a pena conferir.

Crítica DVD – Que Sea Rock – Rock Argentino

QUE SEA ROCK

Hoje ví o filme “Que sea rock”, que tenta ser o documentário definitivo do  som argentino jovem, cobrindo o rock/pop local com a boa e velha melancolia dos sons do Sul do continente.

O filme usa boas imagens atuais e de outros filmes clássicos do som local como Buenos Aires Rock (82) e Hasta que se longa el sol (72), foge do esquema cronológico o que é legal, mas se aprisiona no  formato banda a banda, o que deixa a coisa cheia de altos e baixos.

Destaque para as entrevistas que mostram figuras como os caras do Arbol e seu pop alegre e bem tocado e o lado sério e político de Ciro Perusi na época líder do Attaque 77. Não deixa de lado Fito Paez, Catupecu Machu e sons como os pesados Almafuerte,  tresloucados/psicodélicos como Charly Garcia, Intoxicados (estilo Shaun Rider total) e os ótimos Babasonicos.

Achei que o resultado é bom, mas ao mesmo tempo confuso e mais indicado para quem já conhece bem as bandas e o cenário local.

Mesmo assim , vale muito assistir… tem nas principais lojas de Buenos Aires bem baratinho a preço de banca de revistas, e vários trechos em  sites como o Youtube. Oportunidade para ver artistas locais de sucesso como Bersuit, Andres Calamaro, Attaque 77, Ratones ParanoicosCharly Garcia em momentos sempre distintos e bem de acordo com o momento da  vida pessoal de cada um em 2007.

Espaco ainda para os uruguaios, como o compositor e produtor Gustavo Santaollala e a energia e balanço da banda La Veja Puerca.

Vejam mais sobre as bandas e histórias do rock argentino no nosso Podcast, no finado Psicobrmusic, no site local RockAr e em especial na Rádio Kabul FM de Buenos Aires que tem sons ao vivo e Podcasts do rock  platino online.

TRECHO DO DOCUMENTÁRIO COM BERSUIT E GUSTAVO SANTAOLLALA

TRECHO DO DOCUMENTÁRIO COM ATTAQUE 77 – Neo Satan

Charly Garcia volta e mostra a força do rock argentino

Aos 58 anos ,o roqueiro e compositor portenho, não é conhecido no Brasil como deveria,  polêmico por natureza, é um maluco beleza portenho e gênio do rock local e na língua espanhola.

Na estrada há muito tempo, fundador de bandas mito como Sui Generis (1969 – 1975), PorSuiGieco (1974-1976), LA Máquina de Hacer Pajaros (1975-1977), Serú Girán (1978-1982) e gigante carreira solo… é mais um mito argentino de gerações que depois de mais uma internação, voltou à ativa com uma série de shows lotando estádios em Buenos Aires, Santiago do Chile e Lima… nada do Brasil… entra para a Wish list.

Confiram o vídeo de um dos pontos alto do Show, “Rezo por Voz” com o seminal Luis Alberto Spinetta (El Flaco) co-autor da canção de 1985. (23/Out/09). Seguido do enorme set-list dessa noite inspirada.

SET LIST

1. El Amor Espera
2. Rap del Exilio
3. No Soy Un Extraño
4. Cerca de la Revolución
5. Chipi-Chipi
6. Fanky Play Video Play Video
7. No Te Animás a Despegar
8. Demoliendo Hoteles
9. Promesas Sobre el Bidet
10. Adela en el Carrousel
11. Rezo Por Vos
12. Yendo de la Cama al Living
13. Canción de 2 x 3
14. Nos Siguen Pegando Abajo
15. Influencia
16. Llorando en el Espejo
17. Pasajera en Trance
18. Raros Peinados Nuevos
19. Me Siento Mucho Mejor
20. Tu Vicio
21. Buscando un Símbolo de Paz
22. No Me Dejan Salir
23. No Voy en Tren
BIS
24. Deberías Saber Por Qué
25. Hablando a Tu Corazón
26. Rock & Roll Yo
27. Encore 2:
28. No Toquen
BIS
29. No se va a llamar mi amor

Attaque 77 agita o Lunapark em Buenos Aires

Attaque 77 - 2009

Attaque 77 - 2009

O trio roqueiro argentino – Attaque 77, vai fazer um show especial comemorando os 77 anos da tradicional casa de espetáculos Lunapark.

Vão tocar músicas de toda carreira e do próximo CD Estallar… fica a dica para quem visitar a capital argentina.

21 de novembro de 2009 – Lunapark

Ingressos de AR$ 50,00 a AR$ 90,00

Para comprar visite o sitio da TicketPortal

Festival Revolusom na Lapa Carioca com o SKA do La Cartelera (ARG)

Os alternativos cariocas vão poder curtir o FESTIVAL REVOLUSOM no Teatro Odisséia na Lapa, nesse Domingo dia 23/AGO à partir das 19hrs.

LA CARTELERA

LA CARTELERA

Vão tocar as bandas : Contraplonge, Cartel Mc’s, Verona Rups, Taz Murebe e Amere, Consciência Tranquila, Menino Prodígio e como grande atração a big band argentina de ska – La Cartelera – que é uma Big Band irreverente de Córdoba com dois álbuns gravados em pouco mais de 10 anos de carreira. Se destacam pela mistura de ritmos regionais e latinos com os de origem jamaicana.

Ingressos a R$ 20,00 – desconto com filipeta – R$ 15,00.

Attaque 77 “trio” lançando disco “Estallar”

O trio Attaque 77, com Mariano Martínez, Luciano Scaglione e Leo de Cecco começam a tocar as músicas novas ao vivo, agora que o disco “Estallar” – primeiro trabalho sem Ciro Pertusi, está em fase final de mixagens.

Continuam é claro com muita pegada e visão social … a letra é ótima, só acho que ao vivo os vocais estão somente bons, mas como a galera canta o repertório clássico junto, não vai fazer assim tanta diferença. É só não tomar o mesmo caminho dos submersos “Raimundos” que tá beleza, eu acho que com o Attaque 77  não vai rolar, o som e temática são as mesmas e o público muito fiel.

Os próximos shows vão rolar (hoje) em 01-Ago-09 no Equador – Quito na Plaza de Toros (Notícia já dada no blog – confira), no dia 22 de Agosto no Captain Blue XL em Córdoba/AR e no Sábado 29 de agosto em Buenos Aires no Estádio coberto “Malvinas Argentinas”.

Para ver o Attaque 77 como trio selecionei vídeo dos caras ao vivo com música nova –  “Dias de Desemplo” , tirada do show da Villa Ballester em Maio de 2009.

CURTE O SOM GALERA

Attaque 77 – Mini tour com a nova formação

Depois de tocar como trio em Villa Ballester (Ver na Rolling Stones Argetina) – a banda (Attaque 77) marca mini tour :

EQUADOR – Plaza de Toros – QUITO

Sábado – 20 de junho de 2009

Esse vai ser bem legal… imagina numa Plaza de Toros…

Plaza de Toros - Quito - Equador

Attaque 77 - 2009

Attaque 77 - 2009

ARGENTINA

Bariloche – Puerto Rock – 17/07/2009

Córdoba – Captain blue XL – 22/08/2009

Oasis em Buenos Aires

Galera do rock – enquanto rola a Virada cultural em Sampa, o Blog estará cobrindo via Twitter o show dos ingleses do OASIS no Monumental de Nuñes em Buenos Aires – Argentina.

OASIS - Live

OASIS - Live

Será uma ótima oportunidade de conferir os caras ao-vivo, (pela primeira vez no meu caso) ainda com a vantagem de curtir também um pouco do Rock Argentino com Los Tipitos, Mole e Estelares.

Na semana que vem, rola o Podcast, a crítica do OASIS e com a colaboração dos parceiros novos e habituais – os comentários da Virada Cultural.

Até +

Attaque 77 sem Ciro Pertusi

…Essa foi de doer…

Attaque 77 – banda argentina de rock e punk-rock, formada em 1987 na cidade de Buenos Aires, perde seu vocalista e líder Ciro Pertusi que deixou a banda nesse mês de Março.

Leia aqui a carta de despedida do músico.

Attaque 77

Attaque 77

Boatos da decisão corriam desde o início do ano após sua recente paternidade. O músico que mora atualmente na cidade argentina de Córdoba, queria um ano de folga das atividades da banda, mas os demais integrantes preferiram continuar adiante – motivando a saída de Ciro.

Seu substituto será Mariano Martínez, o guitarrista agora líder e vocalista já está ensaiando com a banda para os compromissos de 2009, com essas mudanças a banda re-integrou Adrián Vera (Chino) que será o segundo guitarrista e que já gravou no passado os discos “El cielo puede esperar (de 1990)” e “Ángeles caídos (de 1992)”.

Torcemos pela banda com sua nova formação e disco prometido para maio desse ano e também pelos novos projetos do talentoso Ciro Pertusi.

Mais novidades no site do Attaque 77 – …quem sabe rola um tour brasileiro …

Banda favorita do meu antigo Podcast – Psicobrmusic – de onde resgato o link do programa de Agosto de 2006 – Especial Attaque 77 – Psicobrmusic

%d blogueiros gostam disto: