Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Arquivos de tags: Ska

O novo álbum do No Doubt, Push And Shove

E na semana passada, exatamente do dia 25 de setembro aconteceu o lançamento oficial do novo álbum do No Doubt, “Push And Shove”. Na verdade o álbum já havia vazado há alguns dias mas eu não fiquei sabendo infelizmente.

Enfim depois de muita espera, pelo menos da minha parte, ouvi o álbum e fiquei ‘chatiada’ , não foi o que eu esperava. Ouvi duas vezes e estou ouvindo agora enquanto escrevo. Ele começa com Settle Down, o primeiro single e videoclipe lançados,  que eu gostei. Mas assim, na verdade acho que eu aceitei. Ai depois as músicas vão parecem pro caminho errado, tudo meio pop anos 1990, tem uma música “Easy” me parece sei lá, da Paula Abdul, não que tenha alguma coisa contra ela. Mas cadê o Ska? Cadê os trompetes??

Eu descobri o No Doubt através de “Don’t Speak” como muita gente, mas não fiquei por ai, ouvi as outras músicas, os outros albuns, e pra mim esse era o diferencial deles, a mistura com ska, reggae e tal. Mas nesse album não tem muito disso, ai eu fiquei pensando ‘Ain é só isso’. Das últimas músicas eu gostei mais, não posso dizer que odiei tudo, mas de uma banda que ficou todo esse tempo fora de circulação e da qual gosto tanto, eu esperava mais. E tá bom, eu sei que a banda não é mais a mesma de 1995, a Gwen tá casada cheia de filhos, não tem mais o coração partido, os outros caras da banda também  mudaram, claro que não seria outro “Tragic Kingdom”, mas em alguns momentos parece que eles fugiram da essência, ficou comum, sem graça, faltou um tempero. Até tem uma faixa “Spakle” que diz “never gonna be the same”, não exatamente nesse sentido, mas se encaixa no que eu quero dizer aqui.

Eu vou continuar ouvindo pra ver se acabo gostando mais, se tem alguma coisa que não estou ouvindo que faça tudo isso fazer sentido. Talvez eu só tenha que me acostumar.

O álbum tem doze músicas, na opção deluxe são 19 com remixes e versões acústicas de algumas faixas. Até gostei bastante dessas versões.

Push And Shove nome do álbum e a segunda música de trabalho eu gostei de verdade, o vídeoclipe é lindo, tem uma fotografia muito legal e os figurinos da Gwen são maravilhosos. Ah e tem trompetes.

Por Katy Illy

Anúncios

No Doubt anuncia novo álbum

25 de setembro de 2012.

Guarde esta data, pois nesse dia depois de 11 anos o No Doubt lança seu novo álbum.
O anúncio foi essa semana no site oficial da banda, através das redes sociais e nessa video mensagem fofa aqui:

O último álbum de estúdio da banda é de 2001 “Rock Stead”, e em 2005 eles lançaram “Tragic Kingdon” com os greastest hits. Nesse período os integrantes da banda seguiram com trabalhos solo. Gween Stefani se destacou bastante, lançou dois discos de sucesso “Love Angel Music Baby” e “The Sweet Scape”, em uma pegada muito mais pop, fazendo parcerias com artistas como Damien Marley, Eve e Akon. Além disso passeou pelo cinema em 2004 no filme “O Aviador” e criou sua própria linha de roupas.

O No Doubt voltou a se reunir em 2008 e no verão de 2009 fez uma turnê por 50 cidades dos Estados Unidos e Canadá tocando seus maiores sucessos. Desde então entraram no estúdio pra iniciar o processo de gravação do novo disco ainda sem nome divulgado. Pelo twitter o guitarrista Tom Dumont disse que o álbum está em fase de mixagem e que eles pretendem lançar o primeiro single em Julho.

Junto com a anúncio saiu também o primeiro webisode da banda, vídeo que é parte de uma série documentando o processo de gravação do novo álbum. Olha só:

A expectativa é grande por parte dos fãs e da banda também que sempre compartilha muitas fotos e informações através do twitter, facebook e no site oficial. Falta pouco!!

Por Katy Illy

Resumo dos fins de semana: Tarântulas & Tarantinos, Cérebro Eletrônico e Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

Por Katy Illy*

Tarântulas & Tarantinos

Thunderbird – foto: Katy Illy

Já faz um tempinho… mas no dia 04 de janeiro rolou no Studio SP na programação Cedo e Sentado o show da banda Tarântulas & Tarantinos. Pra quem não conhece, a banda é liderada pelo Luiz Thunderbird, que ficou conhecido como VJ da MTV famoso nos anos 90, ele é responsável pelos vocais e baixo, os outros integrantes são Felipe Pagani (guitarra/vocais, efeitos), Felipe Maia (bateria/percussão) e Quincas Moreira (teclado/sopro).

O mais legal, além de ver o Thunderbird se divertindo demais no palco, é que a banda faz versões das músicas da trilha sonora dos filmes do Quentin Tarantino, desde Cães de Aluguel, passando por Um Drink no Inferno, Pulp Fiction, Kill Bill, até os mais recentes Bastardos Inglórios e À Prova de Morte. E entre as músicas há diálogos clássicos desses filmes também.
Eles tocam músicas como Bustin’ Surfboards, Stuck in the middle with you, Girl, You´ll Be A Woman Soon, Dont Let Me Be Misunderstood e muuuito mais.
E houve também com a participação da cantora escocesa Cathy Velvet, que cantou Good Night Moon que faz parte da trilha de Kill Bill, entre outras.

É um ótimo show pra dançar e se você é fã do Tarantino e viu todos os filmes sabe como as trilhas são marcantes, não há como não lembrar dos filmes a cada música que eles tocam.

Cérebro Eletrônico

serpentinas e bombinhas..

Cérebro Eletrônico – Foto: Katy Illy

Dia 12 de fevereiro rolou lá no Centro Cultural São Paulo o show da banda Cérebro Eletrônico.
Eu particularmente não conhecia a banda, fui apresentada a ela por uma amiga, a Renata Quirino. Obrigada!
A abertura foi da banda O Degrau, amigos da banda principal, inclusive Tatá Aeroplano vocal do Cérebro, também contou uma música junto com O Degrau, show cheio de participações.

Cérebro Eletrônico está lançando o seu terceiro CD com o sugestivo nome de “Deus e o Diabo na Terra do Liquidificador”, você pode conhecer as músicas através do myspace dos caras, uma das músicas mais legais é O Fabuloso Destino do Chapeleiro Louco. Além do vocalista Tatá Aeroplano, os integrantes são Fernando Maranho, Fernando TRZ, Renato Cortez e Gustavo Souza. Eles se definem como uma mistura de eletrônico, pop e rock.

Muito divertido cheio de serpentinas confetes e bombinhas, no final o palco estava uma bagunça, e a banda terminou show com o público pedindo mais.

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

Ska pra dançar muito!

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana – Foto: Katy Illy

No mês de fevereiro e março rola no Sesc Pompéia o projeto “Prata da Casa”, todas as terças-feiras abrindo espaço para novas bandas e artistas. No dia 15 aconteceu o show da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana. Realmente eles são uma orquestra, formada por nove integrantes que tocam sax, trompete, trombone, flauta, teclado, baixo, bateria… O lider e produtor da banda é Sergio Soffiatti, que fez parte da banda Skuba nos anos 90.

Se você gosta de dançar esse é o show. A OBMJ faz versões de músicas da MBP em ska, são músicas do Villa Lobos, Tom Jobim, Chico Barque, Ari Barroso, Pixinguinha, Luiz Gonzaga. Eu sinceramente não sou fã de MPB, porém as versões que os caras fazem ficam muito boas mesmo, é impossível não dançar ao som do ska.

A banda não é só ska, eles também tem influência de early reggae e rocksteady e tem composições originais como     “Ska Around the Nation” e “Rocksteady 147”. Os caras também tem myspace, mas não se compara a ver a Orquestra ao vivo. Recomento demais!

Pagode Russo (Luiz Gonzaga)

* Katy Illyhttp://www.flickr.com/photos/katyif/

 

Coachella direto do Webcast

Nesse final de semana passei as madrugadas online curtindo o Coachella via Broadcast, o insensado festival californiano possibilitou que usuários via MySpace e Facebook acompanhassem online diversos shows.

O Blog Vishows vai dar um rápido resumo dos melhores momentos dos shows de Sexta e Sábado, os de Domingo infelizmente não ví, afinal teria que passar acordado a terceira noite seguida…

Valeu MUITO pois o som estava ótimo e pude ir mudando de canal e show de tempos em tempos.

The Specials – Em pleno levante do punk inglês de 1977 surgiu a sonzeira Ska e a formação multiracial dos Specials, e até hoje são referência no estilo e diversão garantida.

Vamos ao show, tocando ainda de dia a banda inglesa comproveu seu status de lenda e fez todo mundo dançar, eu que nunca ví ao-vivo, achei 10 e passou a entrar na minha Wish List.

Temper Trap – O som da banda australiana é uma viagem roqueira, psicodélica e experimental mas sem perder o apelo Pop. Foi o melhor show que ví no festival e não saí 1 segundo da frente do PC/Streaming.

Simplesmente ANIMAL

The Raveonettes – Eu sou suspeito para falar dos Raveonettes, a dupla se apresentou sem banda que ficou presa na Europa pelas cinzas do vulcão Islandês, foi bem ROOTS e criativo. O ponto alto do show foi o final bem no crepúsculo do Sábado. Sonzeira !! RECOMENDO

Portugal The Man – A banda de Wasilla no Alaska é a maior surpresa do Ano. Uma síntese perfeita de Indie Rock, Psicodelia e Experimentalismo, destaque para John Baldwin Gourley e seu visual NERD e grande performance no Vocal e Guitarras.

PIL (Public Image) – John Lydon é o homem que todos amam odiar, e provou sua força nessa nova e instigante encarnação do PIL. Ví só duas músicas, entre elas a abertura animal com PUBLIC IMAGE e RISE. Confira!

Esse show valia a TRIP ao Festival, que venha ao Brasil

Jay Z –  O lado pop na Sexta teve o perfeito contraponto ao niilismo do PIL. Afinal Jay Z pode até ser gênio e tal, mas é uma colagem de tudo como provou a participação de Beyonce e a horrível colagem de Forever Young…

Apesar do meu gosto pessoal o show agitou e foi citado por várias bandas do festival como incrível!

Faith no More – O grupo californiano voltou em 2009 e reconquistou o mundo…

O destaque do excelente show foi impagável cover de BEN sucesso da fase infantil de Michael Jackson… de resto um show impecável e grande performance de Mike Patton.

Dead Weather – A mais nova banda de Jack White mostra que ele também é um bom baterista, mas acaba não se justificando, pois as melhores músicas tem o próprio no vocal… , apesar da boa performance da vocalista Alison Mosshart (The Kills).

O projeto é legal mas superestimado… Aguardamos a carreira solo de JW ou a volta do White Stripes para ver como toda sua genialidade vai aflorar no futuro. O show foi bem vibrante mas a banda ainda não tem o nível para ser headliner.

Céu – A paulistana já não é tão novata assim no circuito cool dos EUA e Europa e o convite e apresentação do Coachella mostrou que Céu está no caminho certo.

Bem solta no palco, mandou bem numa apresentação quase 100% em português e arrancou aplausos entusiasmados ao longo do seu bem conceituado show.

Band of Skulls – O grupo inglês faz um som de garagem sem igual no cenário musical britânico, tanto que parecem mais uma banda Made in USA, mas ao vivo foi um petardo sônico após o outro.

Gostei bastante do peso e atitude dos caras no palco.

VALEU COACHELLA – PARABÉNS PELO WEBCAST !! ATÉ 2011 !!

Humaitá pra Peixe 2010 no Circo Voador

Já tradicional o Humaitá pra Peixe 2010, vai agirar a Lapa nesse final de semana em sua 16ª edição, e pela primeira vez vai rolar no Circo Voador (OBA!!).

Humaitá pra Peixe 2010

Programação Super Variada passando por diversos ritmos e tendências, confiram :

CIRCO VOADOR – Rio de Janeiro (RJ)
SEXTA A DOMINGO, dias 22 a 24 Janeiro 2010;
Abertura dos portões: 21h com Início dos shows às 22h30.
Entrada : R$ 20,00 Estudante e R$ 40,00 Inteiro

Festival Revolusom na Lapa Carioca com o SKA do La Cartelera (ARG)

Os alternativos cariocas vão poder curtir o FESTIVAL REVOLUSOM no Teatro Odisséia na Lapa, nesse Domingo dia 23/AGO à partir das 19hrs.

LA CARTELERA

LA CARTELERA

Vão tocar as bandas : Contraplonge, Cartel Mc’s, Verona Rups, Taz Murebe e Amere, Consciência Tranquila, Menino Prodígio e como grande atração a big band argentina de ska – La Cartelera – que é uma Big Band irreverente de Córdoba com dois álbuns gravados em pouco mais de 10 anos de carreira. Se destacam pela mistura de ritmos regionais e latinos com os de origem jamaicana.

Ingressos a R$ 20,00 – desconto com filipeta – R$ 15,00.

Big Time Orchestra – São Paulo – 04/03/2009

“Hey Baby, pode levantart5

Hey Baby, a big time chegou.”

Essa semana no Bourbon Street, a Big Time Orchestra chegou!

Localizado na Zona Sul de São Paulo, o Bourbon Street Music Club é uma das melhores casas da cidade, um espaço bem reservado, com ótimas mesas bourbon21e um cardápio variado, dentro da casa diversos quadros com algumas das grandes figuras que passaram pelo Bourbon Street nesses 15 anos da casa.


Entrada fácil, estacionamento do próprio Bourbon, simpatia na recepção e logo que se abre a porta de vidro da pra sentir todo o ar e a vibração da casa, mesas próximas ao palco e área de fumante reservada – um ótimo ambiente ao lado do bar, tornando a vida de fumantes como eu algo muito mais agradável.

Logo que chegamos na mesa após apreciar a casa da área de fumantes, a banda foi anunciada e finalmente pudemos conhecer a incrível Big Time Orchestra.

Como resumir essa banda? Posso falar que vimos ótimos músicos, muita sintonia entre eles, simpatia e diversão junto com um som de primeira qualidade.

A Big Time embalou grandes sucessos como “Hit the road Jack” e “Suspicious Minds”, mostrou desenvoltura nas suas versões próprias e levantou o Bourbon Street, nas músicas próprias o show manteve o mesmo nível, uma t2energia incrível com letras ótimas e engraçadas que tem a cara da banda.

Destaques da banda estão em uma playlist impecável, bom humor e carisma, a banda inteira acaba interagindo com o show e a platéia, com caras e bocas proporcionando muita diversão.

Momentos de diversão, risadas e romantismo, a Big Time Orchestra proporcionou de tudo em uma noite simplesmente perfeita para a banda e para a casa, casa que alias proporcionou um som perfeito durante todo o show, aguentando as potentes puxadas do vocalista Zorba.

Fazendo jovens e velhos dançarem, garçons cantarem e seguranças sorrirem e baterem o pé no ritmo do show, a Big Time Orchestra foi uma sensação e uma surpresa.

Um último show em Sampa nesse sábado no Bourbon Street, depois alguns shows em Curitiba, confiram a agenda, pois depois de Curitiba a Big Time entra em turnê internacional.

Big Time Orchestrahttp://www.bigtime.com.br/

bigtime2009MySpace http://www.myspace.com/bigtimeorchestra

Bourbon Street Music Clubhttp://www.bourbonstreet.com.br/index.php

Preço: 32 Reais

Felipe Augusto Carvalho Lopes *Billie Blade

%d blogueiros gostam disto: