Vishows

Para quem gosta de ver e ouvir ao vivo – Blog & Podcast

Journey pela primeira vez no Brasil

O Journey é a banda formada pelo guitarrista Neal Schon em 1973, após deixar a banda de Santana.

A banda teve seu auge durante os anos 80, quando o vocalista Steve Perry integrou a banda e, com sua voz única e potente, implacou vários hits como “Separate Ways”, “Any Way You Want It” e “Don´t Stop Believin”.

Como a maioria das bandas de AOR, o Journey perdeu popularidade nos anos 90, e, devido a problemas de saúde, Steve Perry foi obrigado a deixar o Journey em 1998, dando lugar a Steve Augeri que, apesar de gravar boas músicas, pecava nas performances ao vivo. Como cantar músicas do Journey não é pra qualquer um, Steve Augeri teve que deixar a banda em 2007 com problemas na garganta, devido à extensa turnê com shows de 3 horas de duração.

Quando todos pensavam que a banda finalmente tinha acabado, Neal Schon encontra no YouTube um filipino chamado Arnel Pineda cantando Don´t Stop Believin, e decide convidá-lo para ser o novo vocalista do Journey. Com Pineda eles lançaram o álbum “Revelation” em 2008 e lançam, em Maio desse ano, o novo álbum “Eclipse”.

Enquanto o novo álbum não é lançado, eles fazem uma tour pela América Latina, passando pelo Brasil no dia 30/03 no Via Funchal em São Paulo. Para maiores informações clique aqui.

Confira abaixo o set-list do show de 23/02 em Las Vegas:
1 – Separate Ways
2 – Edge of the Moment
3 – Only the Young
4 – Ask the Lonely
5 – Never Walk Away
6 – Send Her My Love
7 – Resonate
8 – Stone in Love
9 – Keep on Runnin’
10 – City of Hope
11 – Lights
12 – Open Arms
13 – Chain of Love
14 – Mother, Father
15 – Escape
16 – Wheel in the Sky
17 – Human Feel (Rise Up)
18 – Be Good to Yourself
19 – Faithfully
20 – Don’t Stop Believin’
21 – Anyway You Want It
22 – Lovin’, Touchin’, Squeezin’

O set conta com 5 músicas novas: “Resonate”, “Chain of Love”, “Edge Of The Moment”, “City Of Hope” e “Human Feel (Rise Up)”.

Para os que não acreditavam mais que o Journey ainda tinha lenha pra queimar, veja abaixo Don’t Stop Believin’ com Arnel Pineda nos vocais.

Anúncios

Bon Jovi: 3 horas de Hard Rock de alta qualidade

Muitos desinformados por aí costumam chamar o Bon Jovi de “banda de mulher” por causa das várias baladas que fizeram sucesso gigantesco no mundo todo. Mas eles são muito mais do que uma banda com um vocalista de rostinho bonito e baladas melosas. O Bon Jovi é uma das maiores bandas de Hard Rock de todos os tempos e provou isso na última quarta-feira no estádio do Morumbi em São Paulo.

No estádio se via gente de todas as idades, mostrando que a banda tem o poder de unir gerações.

O show de abertura ficou à encargo do Fresno que, com todas as músicas bem parecidas, não empolgou o público. O vocalista, ao final da apresentação, agradeceu ao público pelo respeito. Acredito que ele estava sendo irônico já que se ouvia “Ei, Fresno, vai tomar no cú” durante os 20 minutos de apresentação da banda gaúcha. Falta de respeito do público? Sim, pode ser. Mas acredito que a falta de respeito maior foi da organizadora Time For Fun que teve a cara de pau de cobrar um valor absurdo pelos ingressos mas não teve o bom senso de pesquisar se o público das bandas são compatíveis.

A noite começou a esquentar mesmo às 21:15, quando as luzes se apagaram e a banda de New Jersey subiu ao palco abrindo o show com a clássica “Blood On Blood” para delírio dos fãs que aguardavam por esse momento há 15 anos. O setlist seguiu com “We Weren’t Born To Follow” do último álbum e a dobradinha “You Give Love a Bad Name” e “Born To Be My Baby” que fez o estádio tremer mais do que em dia de clássico.

O show seguiu intercalando sucessos antigos, como “In These Arms”, “Runaway” e “Bad Medicene”, com os mais recentes, como “Lost Highway”, “We Got It Going On” e “Have A Nice Day”. Como não poderia faltar em um show do Bon Jovi, as baladinhas estavam presentes no setlist com “I’ll Be There For You”, uma das minhas preferidas, e “Always”, para delírio da mulherada.

Depois de mais de duas horas de show, a banda tocou a poderosa “Keep The Faith” e se retirou do palco, voltando logo depois com “These Days” abrindo o primeiro bis, que ainda contou com a clássica “Wanted Dead Or Alive” cantada em uníssono pelo estádio, a divertida “Someday I’ll Be Saturday Night” e o hino “Livin On A Prayer”, para acabar com o pouco de voz que me restava.

A banda ainda voltou mais uma vez para encerrar a noite ao som da balada “Bed Of Roses”, levando a mulherada aos prantos.

Enfim, foi um show com quase 3 horas de Hard Rock de alta qualidade. Com um setlist impecável, tanto na escolha das músicas quanto na performance, o Bon Jovi provou que, mesmo não tendo mais a potência vocal de antigamente, ainda sabe muito bem como encantar multidões.

Set List:
1. Blood On Blood
2. We Weren’t Born To Follow
3. You Give Love a Bad Name
4. Born To Be My Baby
5. Lost Highway
6. Superman Tonight
7. In These Arms
8. Captain Crash & The Beauty Queen From Mars
9. When We Were Beautiful
10. Runaway
11. We Got It Going On
12. It’s My Life
13. Bad Medicine (com Pretty Woman – cover de Roy Orbison e Shout – cover de Isley Brothers)
14. Lay Your Hands On Me
15. Always
16. Blaze Of Glory
17. I’ll Be There For You
18. Have A Nice Day
19. I’ll Sleep When I’m Dead
20. Work For The Working Man
21. Who Says You Can’t Go Home
22. Keep The Faith

Bis 1
23. These Days
24. Wanted Dead Or Alive
25. Someday I’ll Be Saturday Night
26. Livin On A Prayer

Bis 2
27. Bed Of Roses

Aquecimento Bon Jovi: Setlist de show na Argentina

O Bon Jovi fez, neste domingo dia 3, um show em Buenos Aires com 3 horas de duração. Abaixo o setlist:

Blood On Blood
We Weren’t Born To Follow
You Give Love A Bad Name
Born To Be My Baby
Lost Highway
In These Arms
Captain Crash
Who Says You Can’t Go Home
Superman Tonight
We Got It Going On
It’s My Life
Bad Medicine com Pretty Woman (cover de Roy Orbison)
Lay Your Hands On Me
Always
Blaze Of Glory
I’ll Be There For You
Raise Your Hands
Runaway
I’ll Sleep When I’m Dead
Keep The Faith
Dry County

Bis 1
Wanted Dead Or Alive
Livin’ On A Prayer

Bis 2
These Days

Bis 3
Have A Nice Day
Someday I’ll Be Saturday Night

Bis 4
Bed Of Roses

A banda se apresenta em São Paulo, no estádio do Morumbi na quarta-feira, dia 6, e no Rio de Janeiro na sexta-feira, dia 8.

Bon Jovi volta ao Brasil

Após 15 anos de espera, a banda de New Jersey volta ao Brasil trazendo a turnê que atualmente é a número 1 no mundo.

AThe Circle Tourteve início no Havaí no dia 11 de fevereiro e já passou por 42 cidades em 66 shows, vendendo mais de um milhão de ingressos e arrecadando cerca de 76 milhões de dólares, incluindo uma maratona de 12 shows, todos com lotação máxima, no O2 Arena em Londres.

A novidade para essa turnê, além das músicas do novo álbum “The Circle”,  é que a banda tem variado bastante o setlist a cada show e incluído músicas dos dois primeiros álbuns que não tocavam ao vivo a mais de 20 anos, sendo que já foram tocadas mais de 72 músicas diferentes nessa turnê.

Confira abaixo o setlist do último show da perna norte-americana da turnê, realizado no dia 30 de Julho em Chicago:

1. Happy Now
2. We Weren’t Born To Follow
3. You Give Love a Bad Name
4. Born To Be My Baby
5. Lost Highway
6. Blaze of Glory
7. It’s My Life
8. Damned (w/If Loving You Is Wrong)
9. We Got it Going On
10. Bad Medicine/Pretty Woman
11. Lay Your Hands on Me (Richie Vox)
12. Turn the Page (w/Kid Rock)
13. I’ll Be There For You
14. Something For The Pain
15. Runaway
16. Work for the Working Man
17. Have A Nice Day
18. Who Says You Can’t Go Home
19. Someday I’ll Be Saturday Night
20. Dry County
21. Wanted Dead or Alive
22. I Love This Town
23. Livin’ on a Prayer

Os caras desembarcam em terras tupiniquins no dia 06 de outubro para única apresentação no Estádio do Morumbi, em São Paulo.

A venda de ingressos começou no dia 2 de Agosto e, segundo a Tickets For Fun, 6 setores já estão esgotados.

Os ingressos custam de R$160 a R$ 600 e podem ser adquiridos nos pontos de venda autorizados ou pelo site www.ticketsforfun.com.br, com uma (abusiva!) taxa de conveniência de 20%.

Enquanto outubro não chega, confira um vídeo de Wanted Dead or Alive gravado durante a The Circle Tour com a participação de Kid Rock.

%d blogueiros gostam disto: